gv

gv

ESTATÍSTICA


Contato:

henriquecorleone2000@hotmail.com(skype e email)

RENOVAÇÃO CELP

Concurso Público

Estamos de luto pela morte de Tubarão, clique aqui para ler o ultimo email que ele me enviou.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Pezão e Quen-Quen são transferidos para penitenciária de segurança máxima do Norte de Minas.


Ângelo Gonçalves de Miranda Filho, de 29 anos, conhecido como "Pezão" ou Anjinho, e Bruno Rodrigues de Souza, o Quen-Quen”, de 22, foram transferidos na manhã desta sexta-feira (14) para uma penitenciária de segurança máxima. De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), os dois criminosos foram levados, por volta das 8h30, para a Penitenciária de Francisco Sá, na região Norte de Minas Gerais.

Segundo a secretaria, os presos foram escoltados por um comboio de cinco veículos e a cadeia foi escolhida de acordo com o grau de periculosidade de Pezão e Quen-Quen.

A unidade prisional, que é localizada numa área isolada, é considerada a mais segura de Minas. Na penitenciária não há sinal de telefonia celular e nem de televisão. Além disso, as celas são individuais e contam com segurança redobrada.

A prisão de Pezão foi classificada pela Polícia Civil como o enfraquecimento das relações entre a quadrilha mineira liderada por ele e a principal facção criminosa paulista. Com mais de 50 integrantes, a quadrilha do criminoso é considerada uma das mais perigosas de Minas, agindo em Belo Horizonte e em outras cinco cidades da região metropolitana e do interior.

Quen-Quen foi indiciado pela morte do agente penitenciário Ronaldo Miranda de Paula, de 43 anos, executado com 11 disparos após uma troca de tiros ocorrida no bairro Guarani, na região Norte de Belo Horizonte, no dia 26 de agosto deste ano. O criminoso estava foragido da penitenciária de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, onde é acusado de planejar a morte de um juiz. Além disso, Bruno Rodrigues é tido como um dos principais responsáveis pelo tráfico de drogas em Teófilo Otoni e no bairro Califórnia, em BH.


FONTE: O TEMPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar assuntos neste blog

Carregando...