terça-feira, 11 de junho de 2013

Sindasp-SP e Policiais Civis, participarão de manifestação em SP contra não atendimento à pauta 2013 da categoria.



  
1 Arquivo(s) Anexo a esta Notícia



O Sindasp-SP participará em 11 de junho de uma manifestação em conjunto com policiais civis de São Paulo com o objetivo de pressionar o governo por melhores condições salariais, de trabalho e em protesto pelo não atendimento à pauta de reivindicação 2013 da categoria.

A manifestação será realizada no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), às 14h. O ato está sendo organizado pelo deputado estadual Olímpio Gomes, o deputado federal Paulinho (da Força) e pela Força Sindical. De acordo com o Sindicato dos Investigadores de Polícia do Estado (Sipesp), a categoria poderá entrar em greve neste dia.

Deputado Olímpio Gomes comenta sobre a manifestação,
durante discurso no Plenário da Alesp


No caso do Sindasp-SP, a pauta 2013 foi protocolada pelo presidente Daniel Grandolfo diretamente ao governador, em 21/02/2013, durante audiência no Palácio dos Bandeirantes.  Na oportunidade, Alckmin pediu um prazo de 90 dias, já vencido, para analisar a pauta e agendar uma nova audiência para dar continuidade à negociação das reivindicações. No entanto, até o momento, o governo não deu qualquer resposta e nem chamou os servidores para negociação.

Em 20 de maio, o presidente Daniel Grandolfo encaminhou ofício ao governador Geraldo Alckmin, cobrando uma resposta da pauta, mas também não houve nenhuma manifestação do chefe do Executivo estadual.

Tendo em vista o silêncio do governo, o presidente Grandolfo convoca todos servidores penitenciários a participarem da manifestação contra o governo, principalmente os moram em São Paulo e Grande São Paulo.

Não havendo nenhuma resposta do governo, uma Assembleia Geral será convocada para o mês de junho para consultar a categoria e decidir os rumos e ações a serem tomados.

Caso o governo responda o ofício do Sindasp-SP e agende uma audiência de negociação, publicaremos imediatamente no site e na Rádio ASP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário