terça-feira, 2 de julho de 2013

Prisão de agente penitenciário por porte ilegal de armas revolta colegas que acampam em delegacia

http://www.paraiba.com.br

01/07/2013 | 06h18min

A prisão de um agente penitenciário por porte ilegal de armas revoltou a categoria durante toda a madrugada desta segunda-feira (1º) que  acampou em frente a Delegacia de Mangabeira.
De acordo com a polícia, o agente penitenciário Júlio César foi preso quando se encontrava dentro de um bar no bairro de Mangabeira e foi levado para a Delegacia aonde foi autuado em flagrante por porte ilegal de armas.
Ao tomar conhecimento da prisão do companheiro, cerca de cem agentes penitenciários foram até a Delegacia de Mangabeira e permanecem acampados em frente ao prédio.
Eles estão revoltados não com a prisão do companheiro, mas pelo fato de serem proibidos pela presidente Dilma Rousseff de portarem arma fora do horário de trabalho.
Os agentes também reclamaram da falta de apoio por parte do presidente do sindicato da categoria, Manoel Leite, que foi acionado, mas não compareceu à Delegacia para prestar solidariedade aos companheiros.

Paulo Cosme\David Martins


9 comentários:

  1. GALERA A DILMA VETO FOI UM PROJETO DE LEI E NÃO A LEI 10826 UMA COISA NÃO TEM NADA HAVER COM A OUTRA...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A lei 10826 não dá o porte de arma de fogo para agentes penitenciários quando fora do serviço, a PEC que foi vetada por Dilma incluíria o porte de arma para o agente fora de serviço, já que na lei 10826 o agente penitenciário só a possuí em serviço.

      Excluir
    2. Ledô engano!! a lei condiciona tal ato observe bem todos os paragrafos o que acontece é que em alguns Estados as instituições não tratam deste condicionamento a seus respectivos servidores.Pois o que comprova tal. fato e a lei expressa em carteira funcional!

      Excluir
    3. Gostaria de saber Qual foi a lei que vetou o §2º, Art.6º da Lei 10826/03, do Art 33-A do Decreto 5123/04 e art.36 do mesmo decreto?

      Excluir
    4. Gostaria de saber também, qual a Lei ou qual o Artigo da Lei 10826/03 relata que o porte de arma do agente penitenciário é somente em serviço? Pois no decreto 5123/04 e 6715/08 que regulam a Lei 10826/03 dizem claramente quais são os agentes públicos que têm porte de arma somente em serviço, como por exemplo os Guardas municipais(§7º art.6º 10826/03). É bem claro quando diz que os Integrantes da ABIN e do Gabinete presidencial,policia legislativa e analistas da Receita Federal não podem portar armas ostensivamente(art.34,§5º decreto 6715/08). No Parágrafo Único do Art. 36 do decreto 5123/04, fala que o porte dos guardas portuários(que pertencem ao mesmo inciso dos agentes penitenciários -VII-)caberá à PF avaliar e expedir. Em nenhum momento, nenhum dispositivo de lei refere-se ao porte dos Agentes Penitenciários somente quando em serviço ou alguma outra restrição além daquelas do Art.4º da lei 10826/03.

      Excluir
  2. Estamos cobrando das autoridades o nosso porte de armas no âmbito particular, mas estamos nos esquecendo que somos agentes penitenciários e estamos constantemente sob risco de vida nas ruas. Porém insistimos em frequentar lugares não propícios à nossa realidade, como bares, por exemplo.

    ResponderExcluir
  3. E preciso ter responsabilidade em portar uma arma,infelizmente á colegas que insistem em não observar a postura em portar uma arma,adoram dar palá de arma na rua!! causando constrangimento as pessoas é desnecessário essa atitude que so atrapalha pois da razão a aqueles que nos criticam e torcem pelo nosso fracasso!! Atividade galera!!

    ResponderExcluir
  4. Com essa presidenta do PT no poder,todos nós q fazemos parte da guarda prissional estamos e estaremos com as nossas vidas em grande perigo.
    É preciso dizer:nunca mais a presidenta e o seu partido q ñ tem nada de partido dos trabalhadores.Esse partido com tal atitude e uma farsa,ñrem nada de trabalhador........

    ResponderExcluir
  5. Os trabalhadores pedem socorro,mas,a irresponsável
    da presidenta Dilma,prefere o sofrimento de milhares de agentes penitenciarios,eu mesmo fui ameaçado essa semana.
    Veja bem:se o agente passar drogas,bebidas,celulares,etc;além de ser desonesto,perderá o emprego,mas se é rígido como tem q ser,será ameaçado e muito provavelmente morto.
    Acontece q a presidenta dilma ñ está tirando as armas de criminosos q nos ameaçam e muitas vezes essas ameaças são cumpridas,aqui no (RN)dois agentes foram mortos recentemente,infelizmente,a presidenta Dilma está desarmando trabalhadores,mas "ELA" ñ está desarmandos os bandidos.

    ResponderExcluir