quarta-feira, 14 de agosto de 2013

MISTÉRIO TOTAL EM MONTES CLAROS - MG/ MAIS DE 100 DIAS DA TRANSFERÊNCIA DEFINITIVA DOS SERVIDORES ABAIXO E A CORREGEDORIA DA SUPI-MG E O MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL DE MONTES CLAROS NÃO ELUCIDOU O QUE ACONTECEU!


AGUARDAMOS AUDIÊNCIA PÚBLICA NA ALMG PARA APURAÇÃO DOS FATOS E O QUE MOTIVOU NOSSAS TRANSFERÊNCIAS TUDO AINDA CONTINUA OBSCURO


Os advogados da Associação dos Agentes Prisionais e o SIDIPOL-MG pediram esclarecimentos da transferência dos servidores público JUNTO AO MP da comarca e não tiveram RESPOSTA! 
As duas entidades estão lutando para garantir que os direitos dos Agentes Penitenciários não sejam lesados...


 "Culpados, dissimulam, procuram culpados". (Elanklever)


Alexandre Guerreiro MocUarlei Soares SantosAlan Charles Marques Soares
Nós fomos injustiçados com o afastado arbitrário da nossa unidade prisional de origem o PRMOC/MG por 90 dias, sem justificativa, sem ampla defesa e sem contraditório mediante ato do subsecretário – SUAPI. Eu, Alexandre Guerreiro lotado no Presídio Regional de Montes desde agosto de 2009, fui transferido provisoriamente para a Penitenciária de Francisco Sá localizada à 60 km de Montes Claros. O  afastamento dos servidores Alexandre Figueiredo Cavalcante (Alexandre Guerreiro) e seus colegas de profissão o Agente Uarlei Santos e o Agente Alan Marques aconteceu de maneira ridícula, ou seja,  expostos a um tribunal de exceção mediante diretoria do PRMOC/MG e colegas de serviços, isto é, fomos tratados de maneira arrogante pela corregedoria do SISTEMA PRISIONAL, o corregedor pegou o celular do bolso e começou a filmar o ato, e nos tratou como  "bandidos" dizendo que estávamos afastado do PRMOC;  e que se não apresentassemos na Penitenciária de Francisco Sá de imediato, já era para cortar o ponto. De fato recusamos assinar o papel que estava na mão do corregedor, uma vez que, solicitamos a presença do nosso advogado e ele disse que não teríamos direito; e se  quisersemos teríamos que procurar a justiça pois ele estava a mando do secretário. O que restou foi registrar um B.O reds nº 2013-008906527-001 para futuras providências. Contudo, e respeitando o ato do secretário comparecemos na Unidade Penitenciária de Francisco Sá dia 30/04/2013, e apresentamos para o trabalho, pegamos o recibo de comparecimento do Diretor Geral Pedro Maia, que disse que tal situação era de interesse do estado, e que o MP havia pedido o afastamento dos Agentes da 11ª RISP, e depois saberíamos o que ocasionou o afastamento de noventa dias dos três Agentes. Não recebemos  ajuda de custo, nosso período de trânsito não foram respeitados e a remoção no IOF-MG é em caráter definitivo).
Eu, Alexandre Guerreiro sou presidente da ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES PRISIONAIS E SOCIOEDUCATIVO DO NORTE DE MINAS, uma entidade que representa mais de 500 associados na Região Norte do Estado, sou GESTOR do Blog do Alexandre Guerreiro - MOC, que discute e leva as informações do sistema prisional de MG e do Brasil. ou seja, é muito acessado diariamente por  diversos profissionais da segurança pública.
Portanto, creio que estou sofrendo retaliações, porque efetuei denuncias junto ao MP de irregularidades do PRMOC-MG, e fiz denúncias na OUVIDORIA GERAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS nº 57599 e nº 56098, isto é, RELATEI  falhas da segurança do presídio, falta d'água na unidade prisional, superlotação, presos reclamando de trabalho irregular nas empresas privadas do presídio e outros esquemas administrativos ilícitos. Depois que encaminhei as denúncias aos órgãos fiscalizadores, começamos a sofrer assédio moral e perseguição por parte da DIRETORIA. Assim,  entendemos que de fato ganhamos  um CASTIGO do sistema prisional, conforme é comentado por colegas, o que é pegar à  estrada para a Penitenciária de Francisco Sá para saborear o sofrimento e a insegurança, ou seja, correr o risco da viagem e comer poeira da estrada de Cana Brava...Lamentável!

Att.,

Alexandre Figueiredo Cavalcante
Presidente da AASPESEN-MG
Agente Penitenciário – MG 

"Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira". (Che Guevara)

Nenhum comentário:

Postar um comentário