segunda-feira, 9 de setembro de 2013

AGENTE PENITENCIÁRIO É BALEADO EM TENTATIVA DE RESGATE E É ESQUECIDO PELA SEDS




No dia 29 de abril deste ano, presos da Penitenciária de Segurança Máxima de Francisco Sá no Norte de Minas simularam estarem passando mal e foram socorridos para o hospital da cidade. No hospital houve uma tentativa de resgate que culminou com o Agente João Alcides Freitas levando um tiro de calibre.12 a queima roupa.
Socorrido ao Hospital os médicos inicialmente pensaram em amputar seu braço, mas mudaram de idéia na tentativa de outra solução.
O agente que é concursado na SEDS está a mais de quatro meses licenciado, nunca recebeu a visita de ninguém da SEDS, a psicologa que o acompanha faz a consulta mensal pelo telefone, e o profissional tem que arcar com os medicamentos caríssimos do seu próprio bolso.
Na quarta feira o Deputado CABO JULIO terá um encontro com o Secretário de Defesa Social para tratar do assunto e pedir que a SEDS dê a devida atenção ao profissional.

2 comentários:

  1. O descaso total do Estado com o servidor licenciado isto é a realidade de todo território nascional.Temos como exemplo , o SGT do Rio de Janeiro que levou 12 tiros e agora recebe nada mais que uma quantia de r$ 590,00. É uma vergonha este Estado, um verdadeiro lixo, com seu principal aterro em Brasília.

    ResponderExcluir
  2. O descaso total do Estado com o servidor licenciado isto é a realidade de todo território nascional.Temos como exemplo , o SGT do Rio de Janeiro que levou 12 tiros e agora recebe nada mais que uma quantia de r$ 590,00. É uma vergonha este Estado, um verdadeiro lixo, com seu principal aterro em Brasília.

    ResponderExcluir