gv

gv

ESTATÍSTICA


Contato:

henriquecorleone2000@hotmail.com(skype e email)

RENOVAÇÃO CELP

Concurso Público

Estamos de luto pela morte de Tubarão, clique aqui para ler o ultimo email que ele me enviou.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

PORTE DE ARMAS EM AMBITO FEDERAL:CARTA DO SENADOR GIM AOS AGENTES PENITENCIÁRIOS DO BRASIL.




Caros amigos agentes penitenciários brasileiros, acredito que a melhor resposta que eu poderia dar a categoria em relação ao veto, é a solução do problema.

Tão logo fui informado do veto ao artigo que tratava do porte, procurei a presidenta Dilma e pedi a ela que enviasse ao Congresso um projeto que atendesse nosso pleito, respeitando também os requisitos legais levantados pelo Ministério da Justiça. Nossa presidenta não nos abandonou e me enviou em menos de 48 horas o projeto de lei que irá conceder aos agentes e guardas prisionais brasileiros o porte de arma. A nosso pedido, a presidenta Dilma pediu ainda regime de urgência, o que significa que a Câmara e o Senado terão, cada um, o prazo regimental de 45 dias para analisar o projeto, pelo que sou muito grato.

Vencemos mais uma batalha e estamos mais perto do que nunca de ganhar essa guerra, meus amigos! Da minha parte, farei tudo o que estiver ao meu alcance para acelerar o trâmite do projeto no Congresso Nacional. Conto com cada um de vocês nessa luta. Agora é contagem regressiva para a vitória!

Um abraço do seu senador,
Gim.

9 comentários:

  1. Que ótima notícia, nosso Deus é muito grande pode crer nisso, vai dar tudo certo. Agora so nao conseguir entender porque ela vetou, será q é jogo político?

    ResponderExcluir
  2. boa noite, sou de Pernambuco, gostaria de saber qual o Estado que esse senador Gim representa? vou pesquisar mais sobre esse senador que está na boca de todo agente penitenciário, PARABÉNS Senador Gim!!!

    ResponderExcluir
  3. Louvável é o empenho dessa categoria e o apoio imprescindível do senador Gim, contudo, devo dizer que não se animem tanto, se a Presidenta reconhece a necessidade do porte, por que vetou em duas oportunidades? Amigos não se iludam, o projeto que será encaminhado ao congresso foi elaborado pelo Ministério da Justiça, um projeto que concede o porte de maneira restrita, impõem condições humilhantes e vergonhosa para a categoria, diferentemente das condições das demais força de segurança pública, mostrando claramente o desrespeito deste governo para com está classe que é tão importante para a persecução criminal. Por fim, ficou evidenciado que na gestão dos Petralhas não ocorreu nenhum avanço para a categoria, muito pelo contrário, assistimos perplexos o medíocre ministro da Justiça reconhecer sua incompetência ao dizer que "prefiro morrer ao ser encarcerado em um presídio Brasileiro", como Ministro da justiça, o sr.Eduardo Cardoso deveria ter, até por força legal do cargo que ocupa, implementado políticas de melhorias para o Sistema Prisional Brasileiro e segurança pública como um todo, o que de fato ocorreu ao contrário, procastinou projetos importantes e inviabilizou a votação da pec 308/2004. É isso, a mobilização da categoria a nível nacional para greve geral agora! é a única saída.
    ATF.

    ResponderExcluir
  4. Apenas mais um engodo para se ganhar tempo. Me desculpe Senador, mas DUVIDO E Ó DÓ, que será concedido o porte de maneira viável aos agentes... Infelizmente, na época da repressão política, nossa "querida" presidenta era nossa freguesa, pois saqueava e matava nacionais das forças armadas para roubar armas. Ela é muito mais simpática com os bandidos do que com as forças que os encarceram. Pedir vista ao Ministro da injustiça, que não entende nada de segurança pública pois só conhece a teoria, é no mínimo ilário. Alegar que nosso porte "vai na contra mão do estatuto do desarmamento" é o argumento mais fraco que alguém pode utilizar para o veto. Simplesmente porque o Estatuto do Desarmamento deveria retirar as armas das mãos dos bandidos e não dos homens de bem... Inversão de valores total... Que Deus nos proteja então...

    ResponderExcluir
  5. Pronto... Agora teremos pelo menos mais um ano pela frente para termos o "porte do PT", um porte de armas excludente, discriminatório e com uma série de restrições, que no fim só servirá para o asp dizer que está armado... Tipo: Ouse usar esta arma pra vc ver o que lhe acontece! Durante este "breve" intervalo, tomara que não percamos muitos colegas assassinados devido à vagarosa e cômoda "análise do projeto" pelos nossos esforçados deputados e senadores.
    Já tivemos duas oportunidades de termos essa situação resolvida. A primeira não serviu, porque o projeto partiu do "reacionário" deputado Jair Bolsonaro (O único que verdadeiramente mostrou alguma preocupação conosco), e a segunda também não pois o projeto foi aprovado sem a bênção do ilustríssimo senhor ministro da justiça, aquele que afirmou que preferia a morte à ser internado em um estabelecimento penal brasileiro.
    Agente penitenciário: a profissão mais desvalorizada, ridicularizada e ao mesmo tempo a mais pacífica do mundo. Eu tenho vergonha de pertencer à esta classe.

    ResponderExcluir
  6. Aproveito aqui, para fazer um breve comentário sobre o Sindicato dos ASPs do Estado de São Paulo. Vocês são uma vergonha nacional, covardes e medrosos, possuem o maior número de ASPs do Brasil, todos efetivos e não se mobilizam para reivindicar nada, estão sendo dizimados e o presidente do Sindicato comemora 7% de reajuste salarial. Toma VERGONHA na cara seus parasitas sangue suga, tira essa sua bunda gorda da confortável cadeira do Sindicato e lute!!!

    ResponderExcluir
  7. Isso só nos leva a pensar em quem devemos votar...Os bandidos nas cadeias estão comemorando a derrubada do veto...Vergonha! Tira essa Dilma do poder!!!! Já!!

    ResponderExcluir
  8. Acho estranho vetar duas vezes e depois se falar em lei específica...Greve já!!!!

    ResponderExcluir

Pesquisar assuntos neste blog

Carregando...