sábado, 23 de novembro de 2013

Advogado é detido com baterias e telas de celular na sola do sapato

Pedro Mathias Do G1 Presidente Prudente

Equipamentos estavam na sola dos sapatos, envoltos a algodão (Foto: Polícia Civil/Divulgação) 
Equipamentos estavam na sola dos sapatos, envoltos a algodão (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Um advogado de 37 anos foi detido na tarde desta sexta-feira (22), por volta das 14h, ao tentar entrar na Penitenciária de Irapuru com equipamentos de celular escondidos no sapato. Ele disse aos funcionários que faria atendimento a três detentos, quando foi flagrado pelo aparelho de raio-X.

De acordo com o delegado Aércio Fajardo Nunes, o advogado ficou nervoso e os funcionários encontraram duas baterias e duas placas de vídeo de celulares. As partes estavam na sola do sapato, envoltas a algodão.

“Ele foi encaminhado à delegacia, onde foi assinado um termo circunstanciado pelo artigo 349-A do Código Penal, que se refere ao crime de entrada ilegal de aparelho móvel de comunicação em estabelecimento prisional”, informa o delegado.

O indiciado, de acordo com Nunes, permaneceu calado quando interrogado e apenas afirmou ser morador de São José do Rio Preto. “Como é um crime de pequeno potencial ofensivo, não cabe flagrante e ele responderá ao processo em liberdade”, completa.

Caso seja condenado, ele pode cumprir pena de três meses a um ano de detenção. Ele já tinha passagens por tráfico de drogas e estelionato.

Fonte: G1

Um comentário:

  1. hoje no presidio de curvelo uma visitante tentou entra com maconha na vagina e foi presa .

    ResponderExcluir