sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Alguns condenados no mensalão querem evitar o uso de algemas na ocasião da prisão



Baixa exposição Alguns dos condenados no julgamento do mensalão foram instruídos pela defesa a se apresentar à Justiça tão logo Joaquim Barbosa efetue a expedição de seus mandados de prisão. Querem, com isso, evitar protagonizar imagens sendo conduzidos de forma coercitiva por policiais federais. Advogados pretendem protocolar petições ao STF para exigir que seja cumprida a súmula vinculante 11, que veda o uso de algemas, a não ser em caso de resistência à prisão ou risco de fuga.
Saída Para evitar desgaste, parte da Mesa da Câmara admite adotar, para deputados condenados no mensalão, decisão do ministro do STF Luís Roberto Barroso que determina perda de mandato para aqueles com pena maior que o resto da legislatura.
Infinito Ministros que viram possibilidade de Jacinto Lamas ingressar com embargos infringentes por ter obtido quatro votos favoráveis em recurso ontem apontam que o regimento fala em votos "divergentes", e não de absolvição, como disse Barroso.
Onde? Outra dúvida a sanar da sessão de ontem do STF é se todos os condenados a regime fechado ou semiaberto terão de cumprir pena em Brasília. Ministros e advogados divergem sobre se Joaquim Barbosa decidiu isso.
Gringa Ganha força entre os organizadores da Copa de 2014 o nome da cantora colombiana Shakira para estrelar a abertura da competição, em São Paulo. A ideia contraria o governo, que prefere promover artista brasileiro.
Ninho O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, e o ex-senador Tasso Jereissati, dois dos maiores desafetos de Lula no PSDB, foram convidados por Dilma Rousseff para a cerimônia de hoje em homenagem a João Goulart.
Meio a meio A reunião entre Dilma e os líderes aliados na Câmara começou tensa, antes de ser selado acordo. A presidente chegou a dizer que vetaria qualquer proposta que implicasse aumento de gastos para o governo.
Tabuleiro Em almoço com o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), aliado de Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva lembrou da importância dos palanques estaduais que teve em 2010, mesmo os não competitivos. Disse achar importante candidaturas próprias do PSB aos governos de SP, RJ e MG.
Cerca Para convencer empresários de que as opiniões de Marina sobre o agronegócio não contaminarão sua candidatura, Eduardo Campos tenta deixar claro em conversas com o setor que, apesar da filiação da ex-senadora ao PSB, os dois têm "siglas distintas", com prioridades diversas.
Protagonista O PSB e a Rede estão em busca de nova data para a reunião dos partidos com artistas e representantes culturais. A estrela do encontro, o ator Marcos Palmeira, não poderá participar no dia 23, data originalmente prevista para o evento.
Espaço... O governo paulista quer aproveitar que a crise dos auditores na Prefeitura de São Paulo ocupa área negativa do noticiário para promover ações de Segurança, setor que ganhou destaque e provocou desgaste para Alckmin neste ano.
... aberto Os anúncios do governador ontem sobre o Disque Denúncia se adequam à estratégia. Outra agenda positiva que pode entrar em pauta é a sanção de projeto de lei que aumenta o número de cargos intermediários na Polícia Militar, que ainda tramita na Assembleia.
Camomila Em discurso ontem, Alckmin afagou a categoria, insatisfeita com os 7% de reajuste concedidos em outubro. O governo prevê pressão dos policiais por novo reajuste em 2014, em plena campanha eleitoral.
*
TIROTEIO
Ao cuspir para cima, Fernando Haddad deveria ter tido ao menos o cuidado de tirar seus companheiros petistas de baixo.
DO DEPUTADO PEDRO TOBIAS (PSDB-SP), sobre a investigação do município que apontou ligações de Antonio Donato com suspeitos de fraudes no ISS.
*
CONTRAPONTO
Acertando os ponteiros
Nos bastidores da gravação de entrevista que foi ao ar na segunda-feira, Jô Soares e Eduardo Campos (PSB) conversavam sobre amenidades quando o apresentador reparou no pulso do governador de Pernambuco:
-Que relógio bonito!
-Foi um presente. Meus secretários se cotizaram e me deram de presente de aniversário.
-Eles têm bom gosto! - elogiou Jô.
Só então o apresentador mostrou seu próprio relógio, da marca Cartier, idêntico ao do presidenciável do PSB, e contou que ganhou o seu de presente da mulher.
Com BRUNO BOGHOSSIAN e PAULO GAMA
painel
Vera Magalhães é editora do Painel. Na Folha desde 1997, já foi repórter do Painel em Brasília, editora do caderno 'Poder' e repórter especial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário