quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Mesmo com controle da PM, presídio mais violento do país, no MA, registra 1ª morte de 2014.


As condições dos presídios brasileiros135 fotos

23 / 135
9.mai.2013 - A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil,investiga supostas irregularidades no presídio Urso Branco, em Rondônia, que há 11 anos foi palco de uma chacina que resultou na morte de 30 presos e, atualmente, abriga mais de 700 homens. Entidades acreditam que o local pode se transformar no novo Carandiru Francisco Costa/UOL
Um detento de 35 anos foi encontrado morto, na madrugada desta quinta-feira (2), no complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA). Josivaldo Pinheiro Lindoso foi estrangulado dentro da cela nove do presídio. Não há ainda acusados pelo crime.
Foi a primeira morte em 2014 no presídio, que em 2013 registrou 60 mortes --o que levou o complexo a ser apontado pelas entidades como o mais violento do país. Foi também a primeira morte desde que a Polícia Militar assumiu o local, no dia 27 de dezembro. 
O local é alvo de denúncia dos conselhos nacional de Justiça e do Ministério Público. Porém, segundo a Associação dos Magistrados do Maranhão, o domínio de facções criminosas impediu a inspeção por completo do local. 
Ampliar

Presos conseguem regalias em prisões pelo Brasil12 fotos

4 / 12
23.jul.2012 - Em julho de 2012, o diretor que administrava o presídio de Dois Irmãos do Buriti, que fica a 110 km de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, foi exonerado após um preso postar na rede social Orkut fotografias suas e de colegas fazendo churrasco dentro de uma cela, tudo por meio de uma conexão pelo telefone celular Reprodução
Segundo a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária, Lindoso foi preso na terça-feira, dia 31 de dezembro, com outras quatro pessoas. Como tinha um mandado de prisão em aberto, ele foi levado a uma delegacia da capital e, em seguida, foi transferido para um dos presídios do complexo.
Ainda segundo o órgão, a morte já está sendo investigada pelas autoridades. O corpo do detento foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de São Luís.

Pedido de intervenção

Na última segunda-feira (30), o presidente da Comissão do Sistema Prisional do CNMP, Alexandre Saliba, entregou ao procurador-geral da República em exercício, Eugênio Aragão, o relatório final da inspeção realizada no complexo de Pedrinhas, realizada no último dia 20.
Segundo o CNMP, o relatório vai integrar o processo que estuda um possível pedido de intervenção no sistema prisional do Estado.
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu informações à governadora Roseana Sarney (PMDB) sobre as ações no sistema prisional para reverter o quadro. O prazo termina no próximo dia 6.
Em resposta à crise, o governo do Estado anunciou, no fim de 2013, a criação da Direção de Segurança dos Presídios do Maranhão para atuar junto à comissão de investigação que está apurando todas as denúncias feitas pelo CNJ.
A governadora Roseana Sarney (PMDB) também anunciou que o Estado pretende construir ao menos 11 dessas unidades prisionais em regime de urgência, sem licitações.
Ampliar

Conheça a cadeia que recebe os policiais militares que são presos em São Paulo44 fotos

4 / 44

Detento descansa na quadra de esportes. Caso não estejam trabalhando, eles têm autorização para utilizar a quadra ou a academia até as 18 horas Leia mais Fernando Donasci/UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário