quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

URGENTE - LUTO

Rapaz encontrado nas Chácaras Caiçaras foi morto a pedradas e facadas

O rapaz havia feito prova para o concurso de agente penitenciário recentemente.



O local onde foi encontrado o corpo é bastante ermo.
O rapaz encontrado morto na manhã desta quarta-feira (22) no bairro Chácaras Caiçaras foi assassinado a golpes de faca e a pedradas na cabeça. A suspeita é de que o crime tenha acontecido durante a madrugada. Uma pedra de concreto suja de sangue e uma faca quebrada foram recolhidas pelos peritos que analisaram o local. O ano está só começando e este já foi o terceiro homicídio de 2014.
A viatura da Polícia Militar comandada pelo sargento Alex fazia patrulhamento de rotina pela avenida Tenente Albino Augusto Ferreira, a última das Chácaras Caiçaras, quando deparou com o corpo caído. De acordo com os militares, o local desabitado e tomado pelo mato é muito usado para desova de veículos furtados. De longe, eles imaginaram se tratar de uma pessoa que passou mal.
Ao se aproximarem do corpo, os policiais constataram que se tratava de homicídio. A vítima apresentava marcas de violência. A cabeça estava bastante machucada. Alí do lado, a pedra suja de sangue chamava a atenção. Não resta dúvida de que o rapaz foi agredido a pedradas, mas a causa da morte foi outra. Em uma análise mais aprofundada, os peritos identificaram marcas de golpes de faca.
Próxima Imagem
Luiz Paulo Gregório, 30 anos. (Foto: Facebook)
Luiz Paulo Gregório, 30 anos. (Foto: Facebook)
Próxima Imagem
Imagem Anterior
Luiz Paulo Gregório, 30 anos. (Foto: Facebook)
Imagem Anterior
A vítima foi atingida no ombro, no pescoço e nas costas pelo menos nove vezes, o que pode ter sido a causa da morte.  A principal suspeita era de que o rapaz tinha sido assassinado em outro local e jogado ali. Marcas de pneus foram fotografadas pela perícia para serem analisadas. Mas a pedra usada no crime e uma faca quebrada foram encontradas no local.
A Polícia Militar já iniciou rastreamentos na tentativa de encontrar elementos que ajudem a identificar o autor. Uma equipe da Delegacia de Crimes contra a Pessoa também esteve no local. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal e já foi identificado. Trata-se de Luiz Paulo Gregório, de 30 anos.
A motivação do crime ainda é uma incógnita para a polícia. Recentemente, Luiz Paulo fez provas do concurso para agente penitenciário. 
Autor: Maurício Rocha











FONTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário