segunda-feira, 21 de abril de 2014

PAPO RETO

          Estamos muito próximos de conseguir o maior feito já conquistado no país, eleger um representante que trabalhe no cárcere, coisa que nenhum estado deste país nunca conseguiu.
          No Rio de Janeiro passamos muito próximos com a eleição do Chiquinho, que era um nome consagrado e mesmo assim, tendo recursos, não conseguiu se eleger, pois a dificuldade é muito grande, como somos uma profissão muito nova, ainda não temos uma aceitação da sociedade como gostariamos. Profissão nova por que a regulamentação veio recente, se comparado às outras profissões.
          Atualmente para se fazer um deputado, é necessário muito mais do que razão, temos que raciocinar de maneira lógica, se formos levados pelos sentimentos de "já ganhou" e "é moleza eleger" a gente vai repetir o que sempre repetimos, fracasso na hora de conseguir boa votação para um Agente Penitenciário.
          Para conseguirmos eleger alguém temos que ser cientistas, investigadores, raciocinar e comparar as coisas, tentar entender um pouquinho sobre o que é de fato política e como ela funciona.
          Precisamos eleger alguém para CONSEGUIR TERCEIRO GRAU, DAR ANDAMENTO NA LEI ORGÂNICA, TRANSFORMAR O ADICIONAL LOCAL DE TRABALHO EM UM BENEFÍCIO GARANTIDO TAMBÉM PARA EFETIVOS (quem entrou com a ação sabe o que estou falando) HOSPITAL E COLÉGIO PARA PARENTES DE AGENTES COMO PC E PM POSSUEM, LOCAIS DE LAZER, BONS CONVÊNIOS, BOAS LEIS PARA GARANTIR LOCAIS DE TRABALHO SALUBRES.
          Sabemos que existe uma terceira força que não quer um representante e irá tentar lançar um candidato que teve uma votação inexpressiva para vereador, tudo para tentar barrar nosso projeto, pois é por este motivo que nunca se elegeu alguém que fosse agente, pois sempre alguém se levanta para prejudicar quem tem mais chance de se eleger.
          Eu tenho projeção em todo o Estado e decidi abrir mão, assim como outros companheiros que têm potencial para avançar, tudo no intuito de trabalhar uma só candidatura.
          Para você que está entrando agora no estado e está confuso, procure saber sobre o passado dos candidatos, se eles realmente possuem apoio na cidade onde trabalham, também procurem saber sobre as instituições e pessoas que andam apoiando candidatos, se elas apoiam para conseguir eleger ou se pretendem apenas causar uma divisão. 
          Analise uma entidade conforme a aceitação que ela possui junto aos seus representados, se você analisar de maneira objetiva saberá se esta instituição representa os interesses da classe ou se é utilizada de fachada para conquistar benefícios para seus próprios diretores e qual o trabalho esta entidade vem desempenhando.
          ESTOU VENDO A OPORTUNIDADE DE ELEGER ALGUÉM NOSSO E FAREI TODO O POSSÍVEL PARA CONSEGUIRMOS ESTA FAÇANHA, MESMO QUE TENHA QUE BATER DE FRENTE COM A CORRENTE QUE PRETENDE RACHAR PARA NÃO ELEGER NINGUÉM.

          Lembremos nós- um candidato que não possui chance de vencer o pleito costuma sair candidato para ser conhecido e depois sair vereador, isto é de fato algo ruim, pois coloca em risco a nossa chance em prol de um interesse personalíssimo do indivíduo que almeja tal feito, isto é bom pra ele e para a sua família, mas sacrifica nossa oportunidade de ter um representante. FIQUEMOS ATENTOS!!!!!!

Um comentário:

  1. Bom dia.
    Henrique, mudanças quando são para melhorar são bem vindas.
    Com relação à Lei Orgânica, pelo texto que foi elaborado, o governo só aprovaria o que fosse para tirar algum direito nosso.É uma utopia querer aumentar sala´rios e gratificações, pois o governo está no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal.E quando entrar outro governador no próximo ano veremos isso, pois já temos o aumento, e Deus queira que não tenhamos pagamentos atrasados.
    Com relação ao nível superior na carreira, acho a pior idéia. Não receberemos por isso.
    A carreira do jeito que está está ótima.Quem estudar pode chegar ao último nível.
    Depois pare e preste atenção na carreira da PC.
    Todos ficam estagnados, principalmente quem é do último concurso, que é nível superior, e quem vai entrar nessas novas mil vagas.Reflita um pouco.Esse ponto é importante.Aumento tem de ser de salário.Não adianta querer nível superior se os agentes não querem estudar.E nível superior que continuará a ser remunerado como nível médio não é reconhecimento da carreira.
    Reflita !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir