sexta-feira, 16 de maio de 2014


Homem morre após ser baleado por amiga ao testar colete à prova de bala

Disparo atingiu parte não protegida de veste.
Caso aconteceu nos EUA; jovem que atirou foi presa e acusada.

Do G1, em São Paulo
Taylor Ann Kelly, de 18 anos, foi presa após atirar em um amigo que pediu que ela testasse seu colete à prova de balas. Homem foi atingido e morreu nos EUA (Foto: Reprodução/ Facebook/Anderson County Sheriff's Office )Taylor Ann Kelly, de 18 anos, foi presa após atirar
em um amigo que pediu que ela testasse seu
colete à prova de balas. Homem foi atingido e
morreu nos EUA (Foto: Reprodução/ Facebook/
Anderson County Sheriff's Office )
Um homem morreu nesta quinta-feira (15) nosEstados Unidos após pedir para uma amiga atirar contra ele para testar um colete à prova de balas. O disparo atingiu uma parte não protegida do colete. A autora do disparo, uma jovem de 18 anos, foi presa e acusada de homicídio.
O caso aconteceu no condado de Anderson, na Carolina do Sul.
A polícia local recebeu uma ligação na madrugada de quinta e quando chegou ao local encontrou Blake Wardell, de 26 anos, deitado no chão com um tiro no peito. As pessoas que estavam no local tentaram reanima-lo, mas ele morreu antes de ser socorrido.
Segundo a polícia, Blake e cerca de 10 amigos estavam em uma casa quando ele decidiu testar o colete, pedindo para que alguém atirasse nele.
Taylor Ann Kelly, de 18 anos, foi a autora do disparo, que acertou uma parte desprotegida da veste e atingiu Blake.
Taylor foi acusada de homicídio involuntário, e pode ser condenada a até cinco anos na prisão. Ela permanece presa e teve sua fiança determinada em US$ 10 mil.
Uma segunda pessoa também foi presa com relação no caso. Timothy Fisher, de 25 anos, também foi acusado de homicídio involuntário.

Fonte: G1

Um comentário:

  1. Eu estava tão triste e depressivo mas essa notícia mudou minha vida... Esse blog tá morto.... putz

    ResponderExcluir