sexta-feira, 18 de julho de 2014

"Agente" que roubou armas na Central de Escoltas ainda faz parte do quadro de funcionários



17/07/2014 11:40 | Atualizado em 17/07/2014 14:38
A série de denúncias continua. Agentes penitenciários falam sobre desmandos, peculato e assédio moral por parte da direção do sistema penitenciário do Estado. O agente preso, acusado de dopar os colegas e roubar armas da Central de Escoltas, ainda faz parte do quadro de funcionários. Quatro meses após o crime, colegas temem que ele volte a trabalhar.


6 comentários:

  1. Enquanto a corrupção corre solta no SISTEMA o gestores preocupam em ver quem está trabalhando, e ainda subjugando os servidores honestos como uma carga horária nefasta, imoral e desumana. Senhores, enquanto formos vaquinha de presépio seremos dominados por incompetentes!

    ResponderExcluir
  2. É por isso que o sistema caminha devagar,denunciar esse vagabundo que roubou as armas eu acho correto,agora ficar perdendo tempo denunciando o uso da viatura,policia militar eu vejo direto buscar seus companheiros em casa,isso sim é união....

    ResponderExcluir
  3. isto e uma piada porque com estas regalias dadas a uns que acham que mandam e desmandam e que começa a pagação de veneno, e os abusos que vem sendo cometidos em todas U.P. de MG.

    ResponderExcluir