segunda-feira, 11 de agosto de 2014

ACUSADO DE FACILITAR FUGA DE PRESOS EM SÃO PAULO TENTOU SER AGENTE PENITENCIÁRIO EM MONTES CLAROS

ACUSADO DE FACILITAR FUGA DE PRESOS EM SÃO PAULO TENTOU SER AGENTE PENITENCIÁRIO EM MONTES CLAROS
Uma falha no trabalho de investigação social permitiu que um ex-carcereiro que teria facilitado a fuga de presos em São Paulo e cumprido pena por homicídio tentasse processo seletivo para agente penitenciário em Montes Claros. Ele só não conseguiu ingressar na carreira porque foi considerado “contra-indicado” na avaliação psicológica. Vailton Ferreira de Souza diz que se formou em jornalismo pela Universidade Braz Cubas, de Mogi das Cruzes/SP, em 1985. Ele atuou por um ano como assessor de imprensa da Prefeitura de Itacarambi.
Atualmente, dá aula de filosofia para os alunos da Escola Estadual Professor Josefino Barbosa e apresenta programa vespertino na Rádio Clube FM 104,9, emissora comunitária concedida pelo Ministério das Comunicações à Associação das Donas de Casa de Itacarambi. Em 2012, Vailton Ferreira de Souza tentou candidatar-se a vereador através da coligação encabeçada pelo atual prefeito e seu correligionário político Ramon Campos Cardoso, ambos filiados ao PDT, mas foi barrado pela Lei da Ficha Limpa. O registro de sua candidatura foi indeferido pelo juiz Maurício Pinto Ferreira após descobrir que Vailton fora condenado pela prática de homicídio. Ele cumpriu pena no Presídio Especial da Polícia Civil em São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário