sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Diretor de presídio é executado com tiros de fuzil no litoral de SP


Crime ocorreu na noite desta quinta-feira (21) em Praia Grande.
Homem era diretor de segurança do CDP da cidade há nove anos.

Do G1 Santos
Diretor de presídio é executado a tiros em Praia Grande, no litoral de SP (Foto: Divulgação/Polícia Militar)Diretor de presídio é executado a tiros em Praia Grande, no litoral de SP (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
O diretor de segurança do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande, no litoral de São Paulo, Charles Demetre, foi morto com vários tiros na noite dessa quinta-feira (21). Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, foram feitos mais de 20 disparos em direção à vitima.
O crime ocorreu por volta da 22h, quando Demetre chegava de carro em casa, na Rua Norberto Florêncio. Ainda de acordo com a PM, os criminosos chegaram em um carro prata e fizeram uma emboscada. O diretor não teve chance de reação e morreu ainda dentro do veículo, atingido por tiros de fuzil e arma calibre ponto 40.
Charles Demetre trabalhava na unidade prisional há nove anos, deixou esposa e quatro filhos. O caso será investigado pela Delegacia Sede de Praia Grande.

Enviado por Lucas Pires

2 comentários:

  1. Que Absurdo - essa bandidagem está sem limite........ onde estão nossas autoridades para resolver este problema.. coitado do cidadão comum que não têm como se defender.

    ResponderExcluir
  2. Ai classe de MG, vamos ficar atentos. Não pode dar mole não. Sucesso a todos. O nosso porte de Arma estava demorando. Ta ai a prova.
    Abraço

    ResponderExcluir