domingo, 7 de setembro de 2014

Candidato morre após teste físico para cargo de agente penitenciário


Homem tinha 33 anos e era de Caruaru (PE); causa da morte ainda será apurada

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
PUBLICADO EM 05/09/14 - 20h51
Um candidato a cargo de agente penitenciário morreu durante a realização da prova do concurso em Belo Horizonte. O exame foi aplicado na Pontifícia Universidade Católica (PUC), unidade do bairro Coração Eucarístico, região Noroeste da capital, na tarde dessa quinta-feira (4).

De acordo com as Secretarias de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e a de Defesa Social (Seds), Adriano Serafim da Silva, de 33 anos, passou mal logo após a prova de condicionamento físico, que faz parte da segunda etapa do concurso regido pelo edital 08/2013, para agente de segurança penitenciária. O local estava devidamente preparado, com estrutura adequada aos testes, UTI móvel e médico de plantão.
O candidato já havia sido aprovado nos exames de conhecimentos específicos.
Adriano foi conduzido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Oeste, onde já chegou sem vida. A causa da morte será investigada. Segundo amigos de Silva postaram no Facebook, a suspeita é que ele morreu após uma parada cardíaca. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), e nesta sexta-feira (5) para sua cidade natal, Caruaru, no Estado de Pernambuco, conforme informações da Polícia Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário