quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Bônus do servidor só em 2015 

Em março e junho deste ano, o Estado pagou R$ 570 milhões do Prêmio por Produtividade referente às metas de 2012

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
A-C
Fernando Pimentel prometeu, na campanha, manter a bonificação
PUBLICADO EM 13/11/14 - 04h00
O governo de Minas anunciou nesta quarta que os pagamentos de bônus por produtividade de 2013 do funcionalismo só serão efetuados em 2015, ou seja, pelo futuro governador Fernando Pimentel (PT). As notas referentes ao prêmio do ano passado, de acordo com a Secretaria de Planejamento (Seplag), foram divulgadas no último dia 7 de novembro.

Ainda de acordo com a secretaria, o Estado tem até um ano para realizar o pagamento após a aferição e divulgação das notas dos resultados de desempenho.

“Para se chegar ao valor da bonificação, é preciso fazer um cálculo individual, que considera a avaliação de produtividade da equipe, o valor da última remuneração do período de referência, os dias efetivamente trabalhados e a avaliação institucional”, informou a assessoria da Seplag.
Os cálculos do último ano estão sendo feitos pelo governo e serão entregues para a equipe de transição de Pimentel. O governador irá estabelecer a data para o pagamento do bônus. Os valores que serão partilhados não foram divulgados.
Em março e junho deste ano, o Estado pagou R$ 570 milhões do Prêmio por Produtividade referente às metas de 2012. O valor foi dividido entre 365 mil servidores em atividades na administração direta e indireta.
O deputado Cabo Júlio reclamou da demora. “A área da segurança teve meta alcançada em 90,25%. O governo está quebrado”, disse o parlamentar. 
Proposta
Manutenção. Fernando Pimentel se comprometeu, durante sua campanha, a manter o prêmio de produtividade. Ele disse que pode rever a forma como as metas são calculadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário