quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Suspeito de matar Agente Prisional é preso pela PCMG em Ponte Nova.

I094876
Richardson (à esquerda) e Washington                   O Crime ocorreu em dezembro passado em Ponte Nova. O Foragido se escondia em Ipatinga
IPATINGA – Dois homens, com mandados de prisão em aberto, foram presos pela Polícia Civil. A dupla foi abordada em uma residência da rua Pedras Preciosas, no bairro Iguaçu, em Ipatinga. Um deles é suspeito de assassinar um agente penitenciário em Ponte Nova.
 
O delegado Gilmaro Alves explicou que investigadores da Polícia Civil receberam a informação de que um indivíduo, foragido de Ponte Nova, estaria escondido na cidade. Eles também estariam de posse de um veículo furtado de Ponte Nova. Uma equipe de investigadores da PC foi ao local indicado e constatou a veracidade dos fatos. A partir daí, começou a fazer o monitoramento dos dois suspeitos.
 
Os agentes abordaram Richardson Rodrigues Silva, de 25 anos, e Washington Darc Luís Gonzaga, de 24 anos na noite de terça-feira. No imóvel, também foi localizado um Chevrolet Corsa Sedan furtado.
 
O delegado Gilmaro Alves explicou que Washington possui um mandado de prisão em seu desfavor por assalto a mão armada, expedido na comarca de Ipatinga. Ele admitiu que ficou preso por agressão à uma mulher, enquadrado na Lei Maria da Penha e admitiu que deve o crime do assalto. Já, Richardson, possui um mandado expedido na comarca de Ponte Nova.
 
Richardson é suspeito de ter assassinado um agente penitenciário em dezembro de 2014. Na terça-feira, ao ser abordado, ele apresentou dados falsos a polícia. “Além de já possuírem passagens e terem mandados de prisão em seu desfavor, acreditamos que eles utilizariam o veículo para o cometimento de delitos em Ipatinga. Os dois negaram qualquer acusação, inclusive Richardson”, concluiu Gilmaro Alves.
 
Nervoso, Richardson falou brevemente à imprensa sobre a acusação e negou que tenha participado do homicídio do agente: “Tem mais de dois anos que estou fora de Ponte Nova. Sou foragido de lá, por causa de tráfico de drogas, mas não tenho desavença com ninguém. Vim a Ipatinga apenas para passar o Carnaval em Ipatinga. Já, esse carro aí, comprei por R$ 1.500″, afirmou.   
Reprodução
Anderson Fialho era agente penitenciário em Ponte Nova
 
Assassinato em Ponte Nova
I094877
Anderson Fialho era agente penitenciário em Ponte Nova
O delegado Gilmaro Alves explicou que uma equipe da delegacia de Homicídios de Ponte Nova virá a Ipatinga para interrogar Richardson. Ele é apontado como o autor do crime que resultou na morte do agente penitenciário Anderson Fialho Batista, de 39 anos.
O assassinato ocorreu na noite do dia 20 de dezembro passado, na BR-120, em Ponte Nova. Anderson foi encontrado caído, dentro de uma vala, próximo a sua motocicleta. A perícia da Polícia Civil constatou quatro perfurações em seu tórax, provenientes de disparos de arma de fogo.
Segundo testemunhas, o agente penitenciário já havia recebido ameaças de alguns detentos. Na data do crime, duas motocicletas foram vistas seguindo em direção ao local em que o agente foi encontrado caído.
Richardson não quis gravar entrevista. Ele apenas afirmou que não tem envolvimento com o homicídio e só soube das acusações contra ele nesta terça-feira.
FONTE : DIÁRIO DO AÇO 
  
 http://www.diariodoaco.com.br

2 comentários:

  1. Escama estas desgraças na cadeia pessoal!

    ResponderExcluir
  2. Faz isso não pessoal...os Direitos dos manos tão de olho....

    ResponderExcluir