terça-feira, 31 de março de 2015

TENTATIVA DE FUGA NA CADEIA PÚBLICA DE TAIOBEIRAS


Hênio Oliveira compartilhou 
Olha ae Guerreiros o q Aconteceu CMG, Arrisquei minha vida, sendo agredido e tirando plantão sozinho para impedir a tentativa de fuga .1 Asp para 50 presos ! Estrutura de cadeia publica não funciona. Ate quando vai existir essa estrutura?
Henrique Corleone, Deputado estadual Cabo Júlio.


No dia 29 de março, após solicitação, a sala de operações da Polícia Militar designou as viaturas do turno a se deslocarem até a Cadeia Pública de Taiobeiras, onde detentos teriam serrado as grades das celas e rendido o agente penitenciário de plantão. Segundo o perito Cristiano, que naquele momento estava no interior da delegacia, ele ouviu o grito dos detentos dizerem ao agente: "Perdeu, perdeu!" E observou que a cela 4 estava com a porta aberta (haviam serrado a tranca), e que havia grande movimentação de presos no corredor da Cadeia. O agente penitenciário, que estava no interior da carceragem, passou a gritar no intuito de alertar quanto ao perigo. Ele foi agredido a socos e, mesmo tentando se desvencilhar, foi imobilizado pelos detentos, que o algemaram às grades da cela.
Cristiano, então, saiu imediatamente da delegacia sem ser visto pelos detentos e trancou a porta que dá acesso à rua. Um dos detentos chegou à porta e deparou-se com o perito de arma em punho do lado de fora. Nisso Cristiano avistou o comandante da 2ª Cia, que naquele momento passava na rua, e pediu-lhe apoio. Cientificado da situação, o comandante acionou o plano de chamada e, assim que os policiais, agentes da polícia civil e o próprio diretor chegaram, ordenou fazer um cerco nas ruas do entorno da cadeia.
Ao perceberem que a cadeia estava totalmente cercada, os detentos liberaram o agente penitenciário e retornaram para o interior da cela. Os policiais adentraram a cadeia e averiguaram se algum preso tinha fugido. Felizmente todos estavam lá. Houve então grande alvoroço, agitação e resistência por parte dos presos no momento em que os policiais vasculhavam as celas na busca de armas e ferramentas utilizadas na tentativa de fuga. Foi necessária a utilização de força para realizar as buscas no interior das celas. A serra foi encontrada e apreendida pelos policiais.

3 comentários:

  1. CoiTadinho caiu volta a abrir portão Dr portão

    ResponderExcluir
  2. Coitadinho nada, ele teve o que sempre fez com as pessoas tomou bola nas costas. Isso serve para ele aprender a respeitar as pessoas.

    ResponderExcluir
  3. não to acreditando que tem asp falando que foi merecido oque aconteceu com o asp ali, nem um profissional da área de segurança prisional merece passar por um acontecimento deste se o cara e correria ou x9 ou ruim de serviço que venha corregedoria e ele caia, isto poderia ter acontecido com qualquer um. E por mentalidade assim que o sistema não anda!
    ASS Campos prmt

    ResponderExcluir