terça-feira, 14 de abril de 2015

MG:Audiência termina sem acordo e servidores confirmam greve.



Caso não haja negociação até o dia 22, os servidores administrativos e socioeducativos do sistema prisional irão entrar em greve em todo o Estado.


Estado de greve
Servidores participaram em peso da audiência pública na ALMG
PUBLICADO EM 14/04/15 - 13h25
A greve dos servidores administrativos dos Sistemas Prisional e Socioeducativo da Secretaria da Estado de Defesa Social de Minas Gerais (Seds) continua de pé e com data para começar na quarta-feira (22). Na audiência pública realizada na manhã desta terça-feira (14), nada foi resolvido e a categoria continua pleiteando pela valorização da carreira e pelo pagamento do piso salarial.

Segundo o diretor do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais (SindPúblicos), José Lino Esteves dos Santos, a audiência foi positiva, mas terminou sem resultados. “Tivemos todo o apoio de deputados, conseguimos fazer a nossa coalização, no entanto, não nos foi apresentada nenhuma proposta. Só a promessa de que a valorização da categoria irá acontecer ao longo do governo Pimentel”, conta.
Ainda segundo ele, os cerca de 3.600 profissionais administrativos e socioeducativos do Estado não recebem os mesmos direitos e reconhecimento que outras categorias do sistema prisional. “Queremos uma readequação do piso salarial destes servidores que, atualmente, destoa dos outros servidores da Seds. Outras categorias do sistema prisional avançaram ao longo dos anos, mas a nossa categoria ficou pra trás”, explica.
Uma nova reunião foi marcada na Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), na Cidade Administrativa, para acontecer nesta quinta-feira (16). 
Por meio de nota, a Seds informou que junto a Seplag esclarece que está em contato com representantes dos servidores, incluindo a realização de reuniões com dirigentes sindicais. O órgão também confirmou a reunião que acontece na Seplag nesta quinta-feira e disse que o secretário-adjunto de Defesa Social Rodrigo Teixeira recebeu os representantes do SindPúblicos. 
Ainda conforme a Seds, caso a greve se confirme, o órgão irá negociar com o sindicato uma escala mínima que não prejudique o andamento dos trabalhos nos setores administrativos.

Atualizada às 16h. 
FONTE:http://www.otempo.com.br/cidades/audi%C3%AAncia-termina-sem-acordo-e-servidores-confirmam-greve-1.1024193

Nenhum comentário:

Postar um comentário