quinta-feira, 30 de abril de 2015

OFÍCIO DOS GESTORES PRISIONAIS AO DEPUTADO CABO JÚLIO





O Deputado CABO JÚLIO, vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), reuniu-se na noite desta terça-feira (28), com diretores prisionais da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). A reunião aconteceu na  Escola Cristã Efigênia Tobias, no bairro Planalto, região da Pampulha na capital. O objetivo do encontro foi discutir assuntos que tratam da valorização dos gestores do sistema prisional além de temas que garantam o bom andamento das unidades prisionais.

CABO JÚLIO afirmou aos diretores que foi dado a ele a missão de cuidar do Sistema Prisional pelo Governador Pimentel. Ele afirmou ainda que o Sistema foi há muito tempo esquecido e que por isso está desorganizado. "Precisamos de uma reformulação geral para que o sistema volte a funcionar de maneira eficiente", garantiu.

O parlamentar também enfatizou que haverá neste ano a aprovação da Lei Orgânica do Sistema Prisional e que para isso precisa colher sugestões dos diretores. Durante a reunião, CABO JÚLIO anunciou algumas novidades, entre elas, a celebração do convênio com a empresa Taurus, fabricante de armas de fogo. 

Cabo Júlio afirmou que os bons gestores precisam de respaldo em suas atividades e que podem contar com o apoio do parlamentar. Durante sua fala, o vice-líder do Governo disse que os diretores devem trabalhar dentro da legalidade, inclusive se colocou à disposição para intermediar junto ao Secretário de Defesa Social, Bernardo Santana, resoluções que tratam de questões importantes como, por exemplo, a escolta do Diretor que faz jus ao serviço. Porém a falta de regulamentação obriga o gestor a explicar a necessidade por meio de ocorrência policial da necessidade do serviço de escolta. 

CABO JÚLIO também valorizou o trabalho do militares e delegados de polícia com relação ao empenho e pela dedicação na gestão dos presídios mas que é momento de valorizar os diretores de carreira estejam à frente da direção desses locais. Segundo o parlamentar, é uma mudança que será concretizada.

O Diretor do presídio de Matozinhos, Raimundo, levou uma petição com algumas propostas, entre elas, a condução de Agente Penitenciário preso ser feita por Agentes Penitenciários da sede ou comarca. Outras demandas levadas para a reunião dizem respeito a carga horária, a padronização dos uniformes, com prioridade para o camuflado, a valorização do cargo de diretor. 

Cabo Júlio leu atentamente e disse que irá trabalhar para que algumas coisas sejam agilizadas e repassou o contato para todos os diretores, disse que já vem conversando com o diretor Zuley e se colocou à disposição para quaisquer demandas.

No final, ele convidou os Diretores para fazerem parte da Associação Movimento Agentes Fortes de Minas Gerais - AMAF e disse que dia 30 haverá um churrasco e gostaria da presença de todos.

Participaram da reunião, Barbosa, Assessor da Suapi, Matola, Chefe de Gabinete, Júlio Costa, Presidente da AMAF e Henrique Corleone, Assessor do Dep. Cabo Júlio.














2 comentários:

  1. Prezados colegas.
    O cargo de diretor deve ser provido por concurso interno, e não apadrinhamento.
    Provas e títulos.
    Sendo servidor da carreira.
    Não desmerecendo ninguém, mas tem de ter capacidade técnica e conhecimento.
    E quanto ao salário, só se for livre nomeação que é menor, pois quem é efetivo recebe o salário de agente, 50% do DAD ( no mínimo DAD 4) e mais GTED de 1 a 4 , podendo chegar a 1 mil reais de GTED.
    E com relação à escolta, cadê a isonomia, pois quando um agente é ameaçado, só aparecem lá quando aconteceu o pior. Cada puxa pra si mesmo.

    ResponderExcluir
  2. MUITO SIMPLES,É SO LARGAR O OSSO,ISSO NINGUEM QUER NÉ,SERA POR QUE ,TEM DIRETOR QUE MAL SABE ASSINAR O NOME.

    ResponderExcluir