terça-feira, 14 de julho de 2015

SINDICATO DOS AGENTES DE MINAS GERAIS

Boa noite henrique , acompanho as noticias de seu blog ,sou Agente aprovado do concurso asp 2012,
e vi voce lutando pela nossa nomeação desde que houve o exame psicologico em que participei da reuniao do deputado e hoje estou lotado na Dutra Ladeira.

Veja esta reportagem do jornal que anexei em seu email. É ilário um representante do sindicato falar que é autoridade sindical, pois autoridade significa alguém cujo poder é dado pelo Estado. Veja a definição embaixo:
A palavra autoridade (derivada do latim auctoritas) é normalmente usada para descrever o poder dado ao estado (na forma de governo, juízes, policiais, etc.) 

Como que pode um sindicalista falar que é autoridade do estado, eu sabia que eles faziam parte do governo por que nunca foram contra este, nem na epoca que cortaram nossas folgas, nem manifestação fizeram. Então do governo sempre foram, mas autoridade? Esta pra mim foi nova.

E o sindicato não podia cobrar do governo senão teriam estes que voltar a trabalhar no plantão do COPE, então sempre tiveram esta relação de subserviência com o governo. 

Queremos mudança!!! Não podemos permitir um sindicato atrelado ao patrão, pois sou contratado a mais tempo e nunca vi este sindicato visitar unidades, agora neste ano estão rodando o estado desesperadamente.

Eu fico com pena por que eles cairam na labia do governo que prometeu para eles o cargo de autoridade sindical e agora eles correm risco em relação ao emprego. Por outro lado também acho que eles deveriam ser mais cautelosos e cumprir com rigor a lei.

Eu li um texto que esta rodando por ai e esta no site deles onde fala que eles pediram para ser processados, mas só existe o pad se houver autoria e materialidade, sem estes dois elementos, não existe processo administrativo, é o que li na página A VOZ DO SISTEMA. É cada coisa né.

Quanto ao Tecaf temos que fazer andar assim como a nossa lei orgânica, aposentadoria especial, espero que o Cabo Júlio possa cobrar também a nossa inserção na constituição do estado para que possamos ser reconhecidos como força de segurança pública.

Asp Rocha - Dutra Ladeira







Um comentário:

  1. Está corretíssimo o colega.
    Não desejo mal algum para as pessoas em questão, mas elas foram muito ingênuas em acreditar que um acordo político um dia poderia se sobrepor à lei.
    Que tudo se resolva da melhor maneira e que nossos direitos possam ser conquistados.

    ResponderExcluir