terça-feira, 21 de julho de 2015

MANAUS:Grupo de extermínio pode ter matado 35 pessoas em 3 dias.


Resultado de imagem para mortes em manausImagem para o resultado de notícias
Publicado em 20/07/15por O TEMPO
Rio de Janeiro. O último fim de semana em Manaus, no Amazonas, foi marcado por uma série de assassinatos, iniciados na noite de sexta-feira. O número de mortes registradas subiu para 35 nesta segunda, de acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs). Segundo o G1, o último caso foi a morte de um homem não identificado, às 10h da manhã desta segunda.
Segundo informações do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), a vítima estava varrendo a frente da residência quando um veículo de cor preta chegou ao local. Um homem teria saído do carro e disparado cerca de dez tiros contra o ajudante de pedreiro, que morreu no local.
A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) afirmou que há indícios de que os assassinatos tenham sido cometidos por um mesmo grupo.
“O modus operandi, a forma de agir e a rapidez, inclusive na forma de chegar ao local, executar e sair, é típico de quem sabe o que está fazendo. Não se trata de amador”, afirmou o procurador geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), Fábio Monteiro, ao G1.
Em alguns dos casos, os suspeitos estavam encapuzados. Outra semelhança dos assassinatos é um veículo vermelho e motos vistos em alguns dos locais dos crimes.
INVESTIGAÇÃO. O órgão irá avaliar se as mortes têm relação com o assassinato de um policial militar na sexta-feira ou com disputa entre facções criminosas. “As brigas entre as organizações criminosas não se limitam aos muros dos estabelecimentos prisionais. Infelizmente, é muito comum elas virem para fora desses muros. Pode ser isso. Pode ser vingança? Pode”, disse ao G1 o secretário da SSP, Sérgio Fontes.
Ele ainda explicou que não é claro quantos homicídios estariam ligados e quais deles são casos isolados de violência.
“Estamos fazendo hoje um mapa com linha do tempo e localização (dos homicídios) para saber se, pela proximidade, podem ter sido os mesmos grupos. Não se pode dizer com certeza quantos efetivamente estão ligados”, disse ao portal.
O policiamento foi reforçado na capital. Desde sábado, um efetivo de 700 policiais monitora as ruas.
Balística
Investigação. O Instituto Médico-Legal (IML) de Manaus realiza exames de comparação balística para saber se uma mesma arma foi usada em mais de um dos assassinatos ocorridos.
Brasil tem maior número de homicídios do mundo, diz ONU

Rio de Janeiro
. Apesar da violência do fim de semana, o número de mortos é muito superior à média no município. Em 2011 e 2012, por exemplo, houve menos de três homicídios por dia em Manaus.

Apesar disso, os números de violência no país não são animadores. Em dezembro de 2014, um relatório global para prevenção de violência preparado por agências das Nações Unidas mostrou o Brasil na contramão da redução de homicídios do mundo. Em números absolutos, o país apresentou o maior índice de assassinatos no mundo: 64.357, o que equivale a 32,4 mortes para cada 100 mil pessoas.

O Brasil ultrapassa até a Índia (52 mil) – o segundo país mais populoso do planeta. E tem mais do dobro de homicídios que o México (26 mil), Colômbia (20 mil), Rússia e África do Sul (18 mil), Venezuela e Estados Unidos (17 mil). A esmagadora maioria das vítimas brasileiras são homens.


Fonte: O Tempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário