segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Polícia Militar tranquiliza moradores e Seds afasta diretor do Ceresp em Ipatinga

Após princípio de rebelião e ataques, população ficou alarmada com mensagens falsas de bandidos. Dois ônibus foram incendiados nas últimas 24 horas e motim foi controlado

 
   

 postado em 28/08/2015 22:44 / atualizado em 28/08/2015 23:00
Nas últimas 24 horas, a população de Ipatinga, no Vale do Aço, ficou apreensiva com uma tentativa de rebelião em uma unidade prisional da cidade, enquanto nas ruas ônibus foram incendiados. Mensagens falsas de texto e áudio circularam dizendo que detentos do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) ordenaram ataques contra a população e empresas da cidade. Na noite desta sexta-feira, a Polícia Militar (PM) e a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) tranquilizaram os moradores e anunciaram a apuração dos fatos.

Em algumas mensagens, eram dadas ordens para que criminosos fizessem arrastão por instituições de ensino e empresas da cidade. Em outros comunicados, os bandidos se passavam por agentes da polícia e das forças de segurança para espalhar o medo, dizendo para a população não sair de casa.

De acordo com a PM, em comunicado, os casos de danos contra o patrimônio das empresas - dois ônibus foram incendiados - foram pontuais e os criminosos foram identificados. "A população não precisa se alarmar. A prisão dos criminosos é questão de tempo", disse o texto. A PM ainda revelou que está dando suporte ao transporte público na cidade, inclusive com militares dentro dos coletivos.

O comunicado da PM também ressalta que a população pode sair e manter sua rotina. O comando da corporação pediu que as pessoas evitem de repassar mensagens falsas. "As pessoas que estão espalhando falsos boatos querem justamente implantar o terror. As pessoas de bem que espalham estas mensagens mentirosas só ajudam nos objetivos dos criminosos. Por isto, peço a todos que não transmitam áudios, vídeos e mensagens sobre estes criminosos", solicita.

A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) informou que um princípio de rebelião no Ceresp de Ipatinga foi controlado ainda nessa quinta-feira. Durante o motim, um preso ficou ferido e os outros detentos colocaram fogo em colchões e cobertores. A secretaria autorizou uma revista geral na unidade, que tem capacidade para 183 detentos e está, hoje, com 680 presos.

A Seds afastou o diretor do presídio, Alexandre Rabelo, e convocou para o cargo Adão dos Anjos, que estava na direção da penitenciária em Ipaba. Apesar da superlotação na unidade, a secretaria não informou se haverá transferência de presos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário