sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Segundo ônibus queimado na noite Trio toma e incendeia coletivo da linha Industrial/Centro. Empresa suspende circulação de coletivos por medida de segurança

Com atualização às 8h07
IPATINGA - Em uma noite marcada pela ação de criminosos, mais um ônibus foi queimado. Desta vez o ataque foi contra o veículo da Linha 601, da concessionária Saritur, que faz a ligação entre o ponto final na entrada do bairro Industrial, em Santana do Paraiso, com o Centro de Ipatinga.
O segundo ataque levou a empresa concessionária do serviço de transporte coletivo a suspender a circulação da maioria dos ônibus na manhã desta sexta-feira. Os poucos que passaram estavam lotados. Sem ônibus, o ipatinguense teve que buscar alternativas para ir ao trabalho ou voltar para casa. 
A primeira informação apurada pela reportagem é que, tanto o ataque do fim da noite de quinta-feira, no bairro Limoeiro, quanto o ataque da manhã desta sexta-feira, no Industrial, foram ordenados por presos do Ceresp, insatisfeitos com uma ação da segurança penitenciária na manhã de quinta-feira, quando foi realizada uma operação pente-fino nas celas. Na ação, houve um princípio de motim e um preso foi ferido com bala de borracha. 
Veja mais:
 
A reportagem do Diário do Aço apurou, no caso do bairro Industrial, que  três homens embarcaram no coletivo junto a um idoso, que normalmente está nessa viagem.
Assim que o motorista deu a partida para a iniciar o que seria a primeira viagem do dia, por volta das 5h20, os três se levantaram, colocaram capuz na cabeça, determinaram que o veículo fosse parado e ordenaram que todos saíssem.
A exemplo da ação no bairro Limoeiro, também nesse caso os criminosos usaram um galão de combustível para iniciar o incêndio. A Polícia Militar relata que o idoso, passageiro do ônibus, por demorar a entender direito o que os criminosos queriam, foi ameaçado e teve o corpo atingido pelo combustível antes do fogo.  
Wellington Fred
I103400.jpg
Por volta das 6h, foi registrado o que pode ser uma tentativa de tomada de assalto de um terceiro ônibus, desta vez um transporte escolar,  no Centro de Santana do Paraíso, onde uma pessoa tentou embarcar. O motorista não parou, pois o carro é exclusivo para escolares.
Em retaliação, duas pedras foram lançadas em direção ao coletivo, que teve alguns vidros danificados.  A Polícia Militar ainda apura se essa ação tem ligação com os outros ataques.
Como medida preventiva, algumas linhas que passam por áreas de risco não funcionam nessas primeiras horas da manhã de sexta-feira.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário