terça-feira, 1 de setembro de 2015

Sobre porte dos Agentes Socioeducativos


Esteve no gabinete do Deputado Cabo Júlio, o Agente da PPP, Rodrigo Jonathan que trabalhou como Servidor Efetivo no Sistema Socioeducativo de Minas Gerais, chegando a passar o estágio probatório e receber progressão.

Rodrigo afirmou que se esta medida fosse tempos atrás, ele certamente não teria feito o certame de Agente Penitenciário pois ele tinha convicção de que um servidor da Segurança Pública, caso queira, tem que ter acesso ao porte de arma, em razão da própria função que exerce. Inclusive, ele ressaltou que no ambiente de trabalho dos servidores socioeducativos, existe em determinados locais, muita ameaça de adolescente que já participou de facção criminosa e responde por infração análoga a crimes contra a vida.

Sem dúvida é um grande avanço, disse ele, inclusive, irá mobilizar os seus antigos companheiros para virem na Assembleia discutir este importante projeto.





Um comentário:

  1. trabalho em uma unidade socioeducativa no interior do estado,e já fui ameaçado várias vezes pelos adolescentes. Inclusive tenho alguns B.Os conveccionados na PCMG um deles de um adolescente do meu bairro que estava internado ganhou a liberdade depois voltou a internação novamente comentou que passou armado algumas vezes em frente a minha casa na intenção de me ver e atirar em mim. Será uma grande conquista para nós do sistema socioeducativo se realmente sair o porte de arma de fogo para nós pois somos ameaçados todos os dias, lidamos com adolescentes que tem vários análagos de homicídios e sabem que se matarem um agente socioeducativo não dará nada para eles aliás sim eles irão crescer na hierarquia do crime por ter matado um agente público nossos legisladores tem olhar com cuidado esta questão!

    ResponderExcluir