quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

PIMENTEL PRETENDE EXTINGUIR ÓRGÃOS E ANEXAR OUTROS PARA EQUILIBRAR CONTAS

O projeto de lei que trata da reforma deve seguir para a ALMG em fevereiro. O governador pediu 'compreensão' aos servidores estaduais.

O governo de Minas Gerais pretende reequilibrar os gastos através de uma reforma estrutural. A previsão de orçamento para 2016 terá um déficit de quase R$ 9 bilhões, de acordo com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão. Hoje, a dívida total de Minas Gerais chega a R$ 100 bilhões.

“Nós vamos extinguir órgãos, vamos fundir outros, vamos fazer um manejo operacional para o estado ficar mais eficiente. o importante não é só a economia. é tornar o estado mais eficiente, mais ágil, mais presente”, disse o governador Fernando Pimentel nesta quarta-feira (13) em Belo Horizonte.

Ele falou também sobre a negociação salarial com os servidores do estado. “Nosso compromisso é manter os salários em dia. é pagar os servidores aquilo que eles merecem de maneira adequada, dar segurança ao servidor público. Agora, para isso, nós precisamos de um pouco de compreensão porque o nosso fluxo de caixa, como eu disse, está baixíssimo. Caiu demais a arrecadação. Então, nós estamos fazendo todo o esforço para não prejudicar o serviço público para a população de Minas Gerais”.

O pagamento dos servidores estaduais referente ao mês de dezembro foi feito nesta quarta-feira. A princípio, ele seria efetuado no quinto dia útil de janeiro (8), mas foi adiado para o dia 13.

Minas Gerais possui 403.530 servidores ativos e 228.788 servidores inativos. Segundo a assessoria do governo, as dificuldades financeiras provocadas pela redução da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), fizeram com que o pagamento fosse postergado.

De acordo com o governador, o projeto de lei que trata da reforma do estado deve ser encaminhado à Assembleia de Minas Gerais no início de fevereiro, quando os deputados voltam ao trabalho. Pimentel disse ainda que, por enquanto, não há discussão sobre possíveis demissões.

O governador participou da entrega de 63 viaturas para o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. Os novos veículos serão usados em salvamentos, combate a incêndios e resgates em vários municípios mineiros.

Fonte: G1

Leia: http://sistemaprisional.com.br/2016/01/13/pimentel-pretende-extinguir-orgaos-e-anexar-outros-para-equilibrar-contas/

Um comentário:

  1. Está saindo notícia que até abril salarios atrasados, o último dia 22 de abril prossede ?

    ResponderExcluir