quinta-feira, 3 de março de 2016

SÓCIOEDUCATIVOS NÃO SERÃO ABANDONADOS


Tem se noticiado através da mídia uma proposta de reforma administrativa com a fusão de alguns órgãos do governo e a criação da SEAP – Secretaria Extraordinária de Assuntos Prisionais. Tal iniciativa tem por objetivo garantir mais recursos e dar mais autonomia ao Sistema Prisional que administra uma população carcerária de 66.792 presos, que conta atualmente com um deficit de vagas que chega a 26 mil pessoas.

Com o novo Status, o secretário da pasta do Sistema Prisional terá mais facilidade, inclusive, de buscar recursos e gerir com independência a pasta.

Porém não há ainda oficialmente nenhum texto que trate deste assunto. Toda e qualquer discussão sobre o assunto se dá no campo da “futurologia”, pois o governo não apresentou ainda o texto oficial da reforma administrativa.

Diante de toda esta expectativa uma rede de boataria tem se instalado no sistema, tais como: “que o agente contratado irá virar monitor”, “que os agentes seriam enviados para a Polícia Civil”, “terceirização do sistema”, entre outros. Tudo isso é puro boato.

Uma informação que vem ganhado força no meio politico é a possibilidade da SUASE – Subsecretaria de Atendimento as Medidas Socioeducativas vá ser incorporada a Secretaria de Direitos Humanos.

Uma proposta de reforma precisará ser votada por esta casa legislativa que tem o poder de aprovar totalmente, parcialmente , aperfeiçoar ou até de rejeitar uma proposta.

Podem ter certeza que caso isso aconteça (repito, tudo se trata até agora de exercício de futurologia pois não existe um texto oficial), vamos tomar todas as medidas de forma a não permitir que os servidores do Sistema Socioeducativo fiquem abandonados e sejam desvinculados do Sistema Prisional.


Deputado Cabo Júlio
Více-Lider de Governo



Um comentário:

  1. Criação de secretaria não trará mudança nem melhoria alguma para o guarda, principalmente o de unidade, que trabalha diariamente cara a cara com o bandido. Sou 100% pela vinculação com a PC. O resto é areia.

    ResponderExcluir