quarta-feira, 26 de outubro de 2016



REFLEXÃO.

A ovelha não gosta do cão...ele se parece demais com o lobo e a lembra dos perigos que existem além da cerca...

O lobo odeia o cão...o cão se interpõe entre ele e sua presa , as vezes à custa de sua própria vida, e o faz vagar na escuridão com fome...

O cão, mesmo sabendo ser indesejado pela ovelha e odiado pelo lobo, persiste em sua missão e segue protegendo os indefesos e combatendo os predadores.

Ser Policial é exatamente isso...indesejado pela sociedade, odiado pela marginalidade...e apesar disso, segue protegendo-a...

Simples assim.

Esta reflexão acima foi extraída do Blog da Renata Pimenta e retrata uma analogia sobre a função da Polícia na sociedade. No entanto, discordo em partes uma vez que o cão é um ser submisso ao seu senhor, limitando-se a cumprir ordens. Já a função do policial não é meramente acatar ordens, embora alguns alardeiam “Que missão dada é missão cumprida”, digo não  a esta máxima, o policial é antes de tudo um juiz do caso concreto que aplicando a lei positivada faz juízo de valor na conduta criminosa ou não. Quando gestores dos órgãos que têm Poder de Polícia se prestam a legitimar governos autoritários e corruptos eles estão se divorciando do seu papel constitucional e indo na contramão do interesse classista,  privilegiando assim os seus próprios interesses


Nenhum comentário:

Postar um comentário