quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Governador entrega 92 ambulâncias para unidades prisionais de Minas


Secretário reconhece que aumento de mais de 50% no número de veículos ainda é pequeno para o número de internos                        
[17:29, 23/11/2016] Wilson Ff Vital Dutra Rn: PUBLICADO EM 23/11/16 - 14h29

Aline Diniz

O governador Fernando Pimentel (PT) entregou na manhã desta quarta (23), 50 novas ambulâncias à Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), a solenidade aconteceu na Cidade Administrativa. Ao todo, 34 municípios e 50 unidades prisionais serão beneficiadas em todo o Estado. A iniciativa representa um aumento de 54% no número de ambulâncias - que saltou de 92 para 142.Os veículos serão utilizados no nível de atenção básica e vão atender tanto internos como agentes penitenciários. “Temos preocupação com os agentes de segurança prisional e com todos que trabalham no sistema, para dar a eles condições adequadas de trabalho e dar também aos prisioneiros a dignidade que é exigida hoje  por todas as disposições legais e tratados que o Brasil assinou”, declarou Pimentel.O investimento para a compra dos automóveis foi de R$4,2 milhões e veio do Fundo Estadual de Saúde.

Segundo o governador, os novos veículos fazem parte de uma política de fortalecimento,aparelhamento e modernização do sistema prisional. Só no primeiro semestre deste ano, foram realizadas mais de 30 mil escoltas e deslocamentos para atendimento médico. “O preso bem atendido é fator de segurança, que evita motins, evita rebeliões.Cuidar disso, para nós, é fundamental”, acrescentou o chefe do Executivo mineiro.

A assessoria de imprensa da Seap informou que 20 unidades de 17 municípios foram contempladas com 20 ambulâncias de grande porte. Outros 30 veículos menores foram distribuídas entre 29 unidades de 23 municípios. Os critérios para a escolha levaram em consideração o número de escoltas de saúde e  de detentos, e os municípios sedes das Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp).

Número de ambulâncias ainda é pequeno

O secretário Estado de Administração Prisional, Francisco Kupidlowiski, destacou a importância da incorporação de novas ambulâncias à frota do sistema, reforçando que, apesar de não atender a demanda já existente, entende que as iniciativas são feitas de maneira paulatina e dentro das possibilidades. Segundo ele,  o número de 142 ambulâncias ainda é pequeno para o número de internos em Migas Gerais. “Nós estamos com uma população carcerária estimada em 70 mil pessoas. E uma população funcional de de 21 a 22 mil agentes. Precisamos de uma frota bem maior”, completou.

Kupilowiski aproveitou a cerimônia para informar que abriu um canal de comunicação com os sindicatos e associações que agregam os agentes penitenciários. “Tenho uma missão de valorizar o trabalho do agente prisional”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário