sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

SUL DE MINAS - DIRETOR COLOCA EM RISCO A SEGURANÇA DE AGENTE PENITENCIÁRIOS

PRESÍDIO SEDIADO NA 6ª RISP
AGENTES PRISIONAIS PEDEM A INTERVENÇÃO DA SEAP/MG E AFASTAMENTO DOS DIRETORES

Resultado de imagem para foto de granada

As condições de trabalho estão insustentáveis para os ASPs no Presídio de Lavras, assédios, perseguições e retaliações viraram um rotina aos servidores que não obedecem as ordens ilegais do Diretor Geral Interino.

O DIRETOR ordena escoltas a pé sem viatura, esta deslocando servidoras para outras unidades e sobrecarregando as que ficam no presídio, cancela férias pré agendadas, remove ASPs do Getap que se negam a realizar escoltas a pé para o fórum da cidade. 

Ordena dezenas de movimentações diárias sem respeitar nenhum critério de segurança, com intuito de mostrar produtividade para o estado. Para o Diretor de Segurança esta tudo normal, pois, ELE não sai de sua sala para nada, é um Diretor de Segurança que não sabe o que é segurança prisional, bem como desconhece plano de SEGURANÇA DIRETOR. 

No tocante, o reflexo dessa correria é que constantemente os cadeados de celas estão ficando abertos colocando em risco grave e eminente os ASPs. A chefia sempre coagindo ASPs contratados a fazerem comunicados inexistentes de outros servidores com propósito de desqualifica-los profissionalmente. (flagrante armado)

O Diretor Geral Interino é do concurso ASP do concurso 2012, não possui nenhum curso superior, e está ansioso para ser nomeado sem preencher nenhum requisito da lei de execução penal, ele já foi denunciado ao ministério público, inteligência SEAP, ouvidoria geral do estado. 

Na consoante, a gestão desse DIRETOR perpetua uma DITADURA, em cena percebe-se a POLÍTICA DO ÓDIO; se é amigo ou é inimigo. É notório ocorrências  registradas em desfavor do gestores de vítimas de assédio moral. 

Portanto, o Presídio encontra se super lotado, que caracteriza um barril de pólvora, que está prestes a explodir diante as incompetências da famigerada direção.  

                      
Tudo que esta escrito é absolutamente verdade e pode ser provado com testemunho meu e de vários outros servidores.

REPASSANDO!

Um comentário:

  1. Quando a gente acha que essas coisas estão acabando estão apenas no início, achamos que com a criação da SEAP As coisas mudaram mas vejo que nada mudou. Diretor que ajo dessa forma não pode ser chamado diretor e sim como um vagabundo por não respeitar direitos de servidores e achando que são funcionários e não funcionários do Estado de Minas. Na minha concepção nada mais é do que um vagabundo transmitido de agente penitenciário. A classe não merece isso.

    ResponderExcluir