domingo, 19 de março de 2017

Agente suspeito de matar jovem a tiros em Uberaba é preso


Jovem entregou arma e alegou que agiu em legítima defesa.
Crime ocorreu na noite do último sábado (11), no Bairro Boa Vista.

Do G1 Triângulo Mineiro
Arma apreendida Polícia Civil (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Pistola calibre .380 foi apreendida com o agente
(Foto: Polícia Civil/Divulgação)
A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão temporária, nesta quinta-feira (17), do agente penitenciário, de 29 anos, suspeito de matar um jovem a tiros no último fim de semana, no Bairro Boa Vista, em Uberaba. Ele se apresentou na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, acompanhado de um advogado, e entregou a arma do crime.
Segundo a polícia, o suspeito revelou que a vítima não teria tentado assaltá-lo, conforme a primeira versão apresentada pelos outros dois agentes, de 31 e 36 anos. Ele alegou que fez os disparos em legítima defesa.
Ainda segundo a Polícia Civil, o jovem contou que a vítima teria discutido com o outro agente, de 36 anos, e prometido acertar as contas com ele. Depois disso, ele retornou ao local muito nervoso e, supostamente portando um pedaço de pau, tentou agredir o agente. Como não conseguiu bater nele, o rapaz, então, tentou agredir outro agente de 29 anos que estava armado. Foi quando o autor sacou a arma e, segundo ele sem a intensão de matar, atirou contra as pernas da vítima, que saiu correndo.
Após a confusão, os homens de 36 e 31 anos foram presos. Junto à eles, o agente de 29 anos foi ouvido e encaminhado à Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira.
O crime e a primeira versão
Na noite de sábado (11), o jovem de 28 anos foi morto a tiros após uma confusão na Rua Elias Cruvinel. Ele chegou a ser socorrido ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), mas não resistiu. Dois suspeitos, de 31 e 36 anos, foram presos.
Segundo o registro da PM, uma testemunha contou que o jovem, que estava de motocicleta, estacionou e correu em direção a um agente penitenciário sem identificação e em seguida entraram em luta corporal. Em determinado momento, o rapaz conseguiu pegar a arma do suposto agente e tentou imobilizá-lo.
Os homens de 36 e 31 anos interviram na briga e conseguiram pegar de volta a arma. Em seguida, ocorreram vários disparos efetuados pelo agente, ainda desconhecido, que fugiu do local levando a arma de fogo.
Após ser baleado, o rapaz de 28 anos correu sentido a Rua Luxemburgo e caiu ao chão alguns metros depois. O pai da vítima, de 55 anos, também chegou ao local e entrou em luta corporal com o agente. O homem de 36 anos ainda relatou que, diante a situação, ajudou o agente a conter as agressões.
Já na versão do outro homem de 31 anos, ele estava passando pelo local e viu o pai da vítima se agredido por populares e que separou a briga. Com o homem, a PM encontrou um revólver calibre 38, que foi apreendido.
O pai do rapaz teve escoriações e foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Parque do Mirante. Depois, ele foi levado à delegacia para prestar esclarecimentos. Ainda segundo a PM, a vítima dos disparos teve três perfurações. No local do crime, o perito da Polícia Civil recolheu cinco cartuchos deflagrados, que também foram aprendidos juntamente com a moto utilizada pelo jovem

Nenhum comentário:

Postar um comentário