quinta-feira, 20 de julho de 2017

Polícia Civil de Uberlândia deflagra a operação LEGALIDADE

neste dia 20/07/2017 ao dar cumprimento a 07 (sete) Mandados de Prisão em desfavor dos Agentes Penitenciários E.S.C. de 43 anos, R.O.M. de 27 anos, E.R.P.F. de 28 anos, M.F.S. de 33 anos, M.C.M.J. de 31 anos, M.T.A. de 32 anos e T.O.S. de 27 anos, todos lotados no Presídio Professor Jacy de Assis após quase dois anos de investigações.
Dos fatos: Cinco vítimas (Fabrício Silva dos Santos de 35 anos; Amauri Nunes de Oliveira de 50 anos, Juliano Ribeiro Sintra de 27 anos; Diego Matias Neves de 29 anos e Kaynna Cristina Alves Caetano de 26 anos) foram executadas pelos investigados através de disparos de armas de fogo calibre .380, na madrugada do dia 17/08/2015 no Bairro Lagoinha, nesta cidade de Uberlândia/MG.

Comprovou-se que a chacina foi motivada por vingança, em retaliação ao assassinato do agente penitenciário Edson Ferreira da Silva, de 49 anos, fato ocorrido horas antes da chacina.

Um grupo de agentes se reuniram horas antes ao delito a procura de uma pessoa apontada como autor do crime. Não localizando estas pessoas, o grupo de agentes se dispersou restando apenas os 07 (sete) investigados que, apesar de não encontrarem os suspeitos, se depararam com as 05 (cinco) vítimas no bairro lagoinha. Colocaram-nas perfilhadas assentadas à beira da calçada. A cena aparente era a de uma abordagem corriqueira, inclusive com algumas das vítimas adotando postura de abordados, mantendo as mãos sob a cabeça. Ato contínuo foram efetuados dezenas de disparos de armas de fogo, sendo encontrado ao menos de 30 (trinta) estojos de munições deflagradas.

Todas as vítimas foram alvejadas por disparos em suas cabeças.
     
Restou comprovado que as vítimas não tiveram nenhuma ligação com o assassinato do agente penitenciário Edson Ferreira da Silva que, inclusive, se tratavam de usuários de crack e apenas perambulavam pelas ruas do bairro Lagoinha.

    Na presente data, mais de 40 (quarenta) Policiais Civis e 10 (dez) agentes penitenciários foram designados para cumprirem os Mandados de Prisão, os quais foram coordenados pelo Delegado Regional da Polícia Civil – Dr. Edson Rogério de Morais, Dr. Rafael Herrera e Dr. Vitor Dantas. Todos os mandados foram devidamente cumpridos.

A coletiva vai ser agendada para as 11 horas, por meio da ASCOM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário