quarta-feira, 26 de julho de 2017

Polícia desarticula organização criminosa que age contra agentes de segurança pública


Mandados de prisão foram cumpridos durante a Operação 'Rádio Pirata'.

Por G1 Triângulo Mineiro
 
Cinco indivíduos já eram detentos e outros dois foram presos nesta terça-feira (25) (Foto: Valéria Almeida/G1.)Cinco indivíduos já eram detentos e outros dois foram presos nesta terça-feira (25) (Foto: Valéria Almeida/G1.)
Cinco indivíduos já eram detentos e outros dois foram presos nesta terça-feira (25) (Foto: Valéria Almeida/G1.)
A Polícia Civil em Araguari cumpriu, na manhã desta terça-feira (25), sete mandados de prisão preventiva. A ação, que foi realizada em conjunto com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) e a Polícia Militar (PM), faz parte das investigações da Operação “Rádio Pirata”. O objetivo é desarticular organização criminosa atuante no interior do Presídio de Araguari que arquitetava e comandava ataques contra agentes de segurança pública.
Os trabalhos começaram em fevereiro de 2017 depois que a casa de um dos agentes foi atingida por cinco disparos de arma de fogo durante um atentado. As câmeras flagraram a ação dos criminosos e os policiais começaram a investigação.
Celulares foram apreendidos dentro do presídio  (Foto: Valéria Almeida/G1.)Celulares foram apreendidos dentro do presídio  (Foto: Valéria Almeida/G1.)
Celulares foram apreendidos dentro do presídio (Foto: Valéria Almeida/G1.)
De acordo com a Polícia Civil, foram cumpridos cinco mandados contra indivíduos que já eram detentos. Outros dois mandados de prisão foram cumpridos fora do presídio. Ainda durante a operação, 11 celulares foram apreendidos dentro do présidio e um fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário