sábado, 1 de julho de 2017

Policial civil é assassinado por agente penitenciário em Betim



Ocorrência ainda está em andamento na delegacia da cidade

PUBLICADO EM 01/07/17 - 06h30

Carolina Caetano / Lucas Ragazzi

Um investigador da Polícia Civil foi assassinado, na noite desta sexta-feira (30) no centro de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, após uma briga de bar na cidade. Cristiano Teixeira de Oliveira, de 32 anos, foi morto a tiros por um agente penitenciário em uma rua próxima ao estabelecimento.

De acordo com testemunhas, os homens começaram a discutir dentro do bar e, após quase chegaram às vias de fato, o policial deixou o local. Inconformado com a situação, o agente penitenciário teria seguido o investigador e feito os disparos. Cristiano Teixeira de Oliveira faleceu de imediato.

Cerca de uma hora depois do homicídio, o agente penitenciário se apresentou em uma delegacia de Betim. Em depoimento, o servidor afirmou que atirou em legítima defesa, dizendo que Cristiano, que não havia se identificado como policial, ameaçava "partir para cima".

A namorada do autor dos disparos, que acompanhava o agente penitenciário no bar e na hora da execução, é vizinha da vítima. A polícia desconfia de que a causa da discussão tenha sido por ciúmes entre os dois homens.

O agente penitenciário foi encaminhado para uma unidade prisional específica para a categoria. O caso é registrado na Delegacia de Plantão da cidade, mas todas as informações serão repassadas apenas pela assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário