quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Governo de Minas atrasa pagamento da segunda parcela do salário dos servidores


Por Redação , 23/08/2017 às 20:26 
atualizado em: 23/08/2017 às 20:35
TEXTO: 
 
Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG
Gil Leonardi/Imprensa MG
Os servidores estaduais que estão com os vencimentos escalonados terão que esperar mais algum tempo para receber a segunda parcela do salário. Em nota, a Secretaria de Fazenda do Estado (SEF/MG) informou que “por uma questão de fluxo de caixa e diminuição dos repasses do governo federal a Minas” não foi possível fazer o pagamento nesta quarta-feira (23), data em que estava estipulada outra parte do pagamento aos funcionários que recebem mais de R$ 3 mil por mês.
Não há previsão para que a segunda parcela dos vencimentos de parte do funcionalismo estadual seja quitada. A SEF informou ainda que “está empenhada para solucionar a questão e que trabalha para depositar o quanto antes os valores restantes.”
No dia 31 de julho, a Itatiaia adiantou que o governo de Minas manteria o pagamento de parte dos servidores em três parcelas: em agosto, os salários seriam quitados nos dias 11, 23 e 30. Já em setembro, os vencimentos devem ser depositados nos dias 13, 21 e 27.
Desde o início do ano passado, o governo de Minas parcela os salários de parte dos servidores. Quem recebe até R$ 3 mil – o que equivale a 75% dos trabalhadores – está recebendo normalmente de uma só vez. Já outros 20% que ganham entre R$ 3 mil e R$ 6 mil têm o salário parcelado em duas vezes. Os 5% do funcionalismo, que têm salários acima de R$ 6 mil, recebem a terceira parcela.
Confira a nota do governo estadual:
A Secretaria de Fazenda (SEF/MG) informa que, por uma questão de fluxo de caixa e diminuição dos repasses do governo federal a Minas Gerais, não foi possível depositar, nesta quarta-feira (23/8), os valores referentes à segunda parcela dos salários de parte dos servidores públicos do Executivo Estadual.
A SEF ressalta ainda que está empenhada para solucionar a questão e que trabalha para depositar o quanto antes os valores restantes.

Fonte: Itatiaia

Nenhum comentário:

Postar um comentário