sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Jair Bolsonaro é hostilizado com ovada durante visita a Ribeirão Preto

Deputado federal foi surpreendido por mulher em cafeteria no Centro da cidade. 'Isso é intolerância, me acusam do que eles são', disse.

Por G1 Ribeirão e Franca
 
Jair Bolsonaro leva ovada em Ribeirão Preto nesta quinta-feira, 17 de agosto. (Foto: Reprodução)Jair Bolsonaro leva ovada em Ribeirão Preto nesta quinta-feira, 17 de agosto. (Foto: Reprodução)
Jair Bolsonaro leva ovada em Ribeirão Preto nesta quinta-feira, 17 de agosto. (Foto: Reprodução)
O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) foi hostilizado e levou uma ovada de uma manifestante durante uma visita a Ribeirão Preto (SP) na tarde desta quinta-feira (17).
Em um vídeo que circula nas redes sociais é possível ver o político caminhando pelas ruas do Centro da cidade. Em um determinado momento, ele decide entrar em uma cafeteria no cruzamento das ruas São Sebastião e Álvares Cabral.
O político estava com apoiadores, fazendo fotos e vídeos, quando uma mulher se aproximou, tocou no ombro dele e, quando Bolsonaro se virou para ela, a mulher apertou um ovo contra o peito do deputado e fez críticas à sua postura política.
Na sequência, a manifestante é detida e Bolsonaro deixa o local. Ele foi registrar boletim de ocorrência na central de flagrantes da Polícia Civil, onde prestou depoimento. "Isso não é manifestação, isso é intolerância, me acusam do que eles são o tempo todo”, disse o deputado, ao deixar a delegacia.
O vídeo abaixo registra uma confusão momentos após a agressão.
Deputado Jair Bolsonaro (PSC) é hostilizado e leva ovada durante visita a Ribeirão Preto
A suspeita de dar a ovada e um homem foram detidos pela Polícia Militar e foram levados para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Candidata pelo PC do B

O site oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) traz a informação de que a jovem apontada pela polícia como autora do protesto tentou ser candidata a vereadora de Ribeirão Preto nas eleições de 2016 pelo Partido Comunista do Brasil (Pc do B). Fontes do G1 de dentro do partido afirmaram que a ativista segue filiada, mas até esta publicação a informação não foi confirmada oficialmente pela legenda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário