quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Covardia com vigilante

Covardia com vigilante

Desrespeito a função da segurança privada - desrespeito ao trabalhador
Vigilante chegar no posto de trabalho assume o plantão normalmente....horas depois chega outra empresa avisando que não era mais para o mesmo continuar ali. O vigilante ligou para a empresa para obter respostas enquanto isso o supervisor da outra empresa chamou a GCM para dar apoio e tirar o vigilante de lá oque ninguém esperava é que a GCM agiria dessa forma despreparo total

Posto da albatroz campinas SP

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Caranguejo escapa de panela e desliga fogão pra salvar 'companheiros'

Animal era preparado em óleo quente para uma receita quando realizou o ato heroico

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Caranguejo foge de panela quente pra salvar companheiros
Caranguejo foge de panela quente pra salvar companheiros
PUBLICADO EM 19/09/17 - 15h59

Vídeo divulgado na internet mostra um caranguejo enfrentando a morte. O animal estava sendo preparado vivo com óleo quente, mas conseguiu escapar da frigideira. E o mais incrível: desligou o fogão e salvou os outros bichos que teriam o mesmo destino.
O caso aconteceu em um restaurante de Lianyungang, na China. O vídeo, divulgado pelo jornal Daily Mail,  mostra quatro caranguejos sendo fritos em uma frigideira. De repente, um dos animais usa suas garras para escapar do triste destino.
Ao sair do recipiente, o crustáceo caiu em cima do botão que desligava o fogão salvando, assim, os outros bichos.
Veja o vídeo do Daily Mail:

AGENTE PENITENCIÁRIA FERNANDA

“ TELEXFREE ” IMPACTUS COMERCIAL S/A

Resultado de imagem para “ TELEXFREE ” YMPACTUS COMERCIAL S/A

Justiça Condena TelexFree a devolver dinheiro aos Investidores e Divulgadores com Juros e Correção
A referida ação teve por escopo a declaração de nulidade de todos os contratos firmados entre os divulgadores da rede Ympactus Comercial Ltda (TelexFree), formalizados através de adesão ao Regulamento Geral de Clientes e Divulgadores de Produtos, em razão da ilicitude de seu objeto, que versa sobre pirâmide financeira.
A suspensão das atividades da empresa se deu por força de decisão judicial, ocorrida em 18 de junho do ano de 2013, por haver indícios de prática de PIRÂMIDE FINANCEIRA PELA TELEXFREE, impossibilitando assim a realização dos saques dos valores lançados no Backoffice.
O Juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco divulgou o inteiro teor da sentença que condenou a empresa Ympactus Comercial Ltda. (Telexfree) a pagar indenização por danos extrapatrimoniais coletivos, no valor de R$ 3 milhões. Assinada pela magistrada Thaís Khalil.
A ação civil pública proposta pelo Ministério Público Estadual em desfavor da empresa, de Carlos Nataniel Wanzeller, Carlos Roberto Costa e James Matthew Merrill foi julgada parcialmente procedente. A decisão considerou que a rede Telexfree configura uma pirâmide financeira e não uma rede de marketing multinível.
Também foram declarados nulos todos os contratos firmados entre a empresa e os seus divulgadores, em razão da ilicitude do objeto dos contratos, que versavam sobre pirâmide financeira.
A maioria dos divulgadores da TelexFree tem valores a receber e a quantia corresponde ao montante investido, subtraindo o que foi recebido. A diferença será atualizada monetariamente desde o efetivo pagamento e sujeita a juros de mora desde a citação da empresa.
A sentença estabeleceu ainda que cada interessado deve promover a liquidação da sentença, o que poderá ser feito no foro de seu próprio domicílio.
Para mais esclarecimentos, estamos à disposição.
Dr. Adilson Mendes Junior
(38) 9 9857-0502 - vivo – whatsapp
(38) 9 9236-3595 - Tim 
(31) 9 8698-7675 - OI

domingo, 17 de setembro de 2017

Travesti nua força entrada no Fórum Lafayette, quebra vidro de carro e é detida

Uma travesti de 25 anos foi detida após tentar forçar entrada no Fórum Lafayette, no Barro Preto, região Centro-Sul de Belo Horizonte, na manhã deste domingo (17). Ela estava completamente nua e, após quebrar o vidro de um carro, foi detida por agentes penitenciários, que acionaram a Polícia Militar.
O caso aconteceu por volta das 8h, na esquina da Avenida Augusto de Lima com a Rua Ouro Preto. Segundo a ocorrência, vigilantes do Fórum relataram que a travesti chegou ao local bastante alterada e, aparentemente, sob o efeito de drogas. Ela teria tentado forçar a entrada ao Fórum, batendo a cabeça nas grades de uma das portarias, e depois jogado uma motocicleta no chão. 

PROMOÇÃO DE CAPAS DE COLETES DO SISTEMA PRISIONAL NO COMERCIAL SÃO JOSÉ



Comercial São José 
Capa de colete - Sistema Prisional 

CONTATOS DE VENDAS: (31) 9.9981-5990 "Whatsapp"
César
vendas@comercialsaojose.com.br 

Raquel Maria Dep. Fiscal (31) 2512-2857 
Skype fiscal@comercialsaojose.com.br

Agente penitenciário sofre tentativa de homicídio após ser assaltado

Um dos suspeitos teria sido atingido de raspão; crime ocorreu no início da madrugada deste domingo (17), no bairro Guarani


17/09/2017 
Resultado de imagem para otempo

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Uma tentativa de assalto ocorrida no início da madrugada deste domingo (17), no bairro Guarani, na região Norte de Belo Horizonte, quase terminou com a morte de um agente penitenciário, de 28 anos.
Segundo a Polícia Militar, a vítima contou que se deslocava pela avenida Waldomiro Lobo,  quando, ao parar na o veículo em que estava em uma parada obrigatória, foi surpreendido por dois homens, sendo que um deles estava armado.
Os suspeitos anunciaram o assalto e mandaram que o agente saísse do carro. Um deles assumiu a direção e outro entrou no banco do passageiro. Entretanto, antes de arrancar o veículo, um dos bandidos atirou contra a vítima. O agente, então, sacou uma arma e atirou contra o veículo.
Os tiros atingiram o vidro traseiro, o para-choque e a porta dianteira do carro. Os suspeitos fugiram em alta velocidade e, na rua Siri, bateram em uma caçamba. Eles continuaram a fuga no carro e, logo depois, saíram do veículo e fugiram a pé.
Como um dos suspeitos foi atingido de raspão, os militares percorreram unidades de saúde da região para tentar encontrá-lo. Ele teria ligado para a mãe, informando que estava indo de Uber para o Hospital Risoleta Tolentino Neves. No local, ele não foi encontrado. O celular de um dos suspeitos foi achado dentro do veículo, que foi devolvido ao agente. Ninguém foi preso até o momento.
Nenhum texto alternativo automático disponível.

TRAVESTI COM TORNOZELEIRA E PELADO FAZ BADERNA NA PORTA DO FÓRUM BH E FOI PRESO POR AGENTES PENITENCIÁRIOS

Hoje pela manhã 17/09/ 2017
Um travesti com tornozeleira eletrônica  e pelado, fez desordem em frente ao Fórum de Belo Horizonte.


Ainda causou danos materiais a terceiros. Ao perceber que o DELINQUENTE estava descontrolado, rapidamente os Agentes Penitenciários da Equipe Alpha da Ceflag anexa ao fórum, interveio, e fazendo o uso moderado da força, efetuaram a prisão do  elemento infrator.



video


Parabéns a equipe, força e Honra!

sábado, 16 de setembro de 2017

Miliciano é morto após divulgar invasão em transmissão ao vivo na Zona Oeste

Miliciano é morto após divulgar invasão em transmissão ao vivo na Zona Oeste

No vídeo, Cigarrão exibe uma arma e fala que tomou a comunidade Nogueira
No vídeo, Cigarrão exibe uma arma e fala que tomou a comunidade Nogueira Foto: Reprodução / Facebook
Elenilce Bottari
Tamanho do textoA A A
Um miliciano morreu, neste sábado, após divulgar, em sua página no Facebook, uma transmissão ao vivo da invasão de seu bando à comunidade Nogueira, em Realengo, na Zona Oeste. No vídeo, ele é chamado pelos comparsas por "Cigarrão".
Nas imagens, ele afirma que tomou a comunidade: "Estou ao vivo no Nogueira" Tomei! Nogueira é nosso! Perdeu. É o Bonde dos Cria. Acabou ADA no Jardim Novo. Já estou cobrando o comércio. Acabou a palhaçada".
Outros homens aparecem armados com fuzis no vídeos. Alguns estão encapuzados. Um deles se preocupa com a repercussão das imagens e alerta o comparsa: "Tu vaio jogar no face"? Mas Cigarrão garante que vai excluir o vídeo.
 
— Vimos o video que ele transmitiu e foi excelente, pois possibilitou, inclusive, identificar alguns integrantes. A conduta dele certamente fugiu ao padrão atual das milicias que é a discrição. Quanto à morte, de fato, há informações de que ele tenha sido morto por comparsas, mas não posso afirmar ainda — disse o delegado Alexandre Herdy, titular da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco).
Miliciano identificado como Cigarrão fez transmissão ao vivo após invasão
Miliciano identificado como Cigarrão fez transmissão ao vivo após invasão Foto: Reprodução / Facebook
Herdy explicou ainda que há uma integração entre diferentes grupos de milicianos para dominar outras comunidades:
— Recebemos diversas denúncias e observamos a integração entre grupos que atuam em Realengo, Del Castilho, Catiri, Cascadura, Praça Seca, Vila Valqueire e algumas outras localidades.
A Divisão de Homicídios (DH) está investigando o caso.

Áreas mais violentas de comunidades com UPPs no Rio são chamadas de 'Síria'

Áreas mais violentas de comunidades com UPPs no Rio são chamadas de 'Síria'

A pichação no Morro da Mangueira
A pichação no Morro da Mangueira Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo
Ana Carolina Torres
Tamanho do textoA A A
O aumento dos confrontos armados nas comunidades com Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) no Rio fez com que uma nova gíria começasse a ser usada por PMs e moradores: "Síria". O nome do país, localizado na Ásia Ocidental e palco de uma guerra que já se estende há seis anos, é usado na referência às áreas consideradas mais violentas nos morros e favelas da cidade.
É assim no Morro da Mangueira, na Zona Norte: a "Síria" de lá é o Buraco Quente. Foi nessa localidade, por exemplo, que, em 30 de junho deste ano, Marlene Maria da Conceição, de 76 anos, e Ana Cristina Conceição, de 42, mãe e filha, foram baleadas e acabaram morrendo durante um tiroteio entre policiais e traficantes.
A torre blindada instalada no Alemão
A torre blindada instalada no Alemão Foto: Marcia Foletto / Agência O Globo
No Complexo do Alemão, também na Zona Norte, as "Sírias" se multiplicam: a Rua 2, o Largo do Bulufa, a Pedra do Sapo, o Beco do Fliper, o Beco da Vivi, o Beco do Índio, o Inferno Verde, a Sorveteria e o Largo do Samba. E é justamente neste último que a Polícia Militar instalou uma torre blindada — a operação durou cerca de uma semana e deixou cinco mortos.
— A Rua 2 é pior que a Síria. É lá que tudo de ruim acontece — contou um morador do conjunto de favelas, que pediu para não se identificar.
Outro que também coleciona "Sírias" é o Morro da Providência, na região central. Coração, Baixinha, Beco 21 e Ladeira do Faria — que fica em cima do túnel da Central do Brasil.
— O Coração é a localidade onde o tráfico se concentra. O Beco 21 também é bem perigoso — contou um policial da UPP da comunidade.
Conheça as "Sírias" de outras comunidades cariocas:
- Jacaré (Zona Norte) - Buraco do Lacerda
- Rocinha (Zona Sul) - Beco 199, Roupa Suja e Rua 2
- Vila Cruzeiro (Zona Norte) - Bairro 13
- Morro dos Macacos (Vila Isabel, Zona Norte) - Lixeira e Cruzeiro
- Morro do Fallet (Rio Comprido, região central) - Tiro ao Pato e Cotovelo
- Morro dos Prazeres (Santa Teresa, região central) - Doce Mel e Batidão
- Morro da Babilônia (Leme, Zona Sul) - Caixa D'Água
- Morro Chapéu Mangueira (Leme, Zona Sul) - Espelho
- Morro do Tabajaras (Copacabana, Zona Sul) - Sacopã